Logo Mais Retorno
Empresa

Rivian, de carros elétricos, dispara após IPO e ultrapassa a Volkswagen em capitalização de mercado

Disparada da montadora reflete febre por ações de veículos elétricos em Wall Street

Data de publicação:19/11/2021 às 07:00 -
Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Você já ouviu falar da Rivian? É uma empresa automotiva americana especializada em veículos elétricos que fez sua estreia na Bolsa de Nova York (NYSE) há uma semana e já tem um valor de mercado superior ao de gigantes como a Volkswagen. No fechamento desta quinta-feira, os papéis da companhia eram negociados a US$ 123,38, o que equivale a uma alta de 158% em relação ao preço por ação definido no IPO (oferta pública inicial) da empresa - de US$ 78.

Já na última terça-feira, quando as ações da Rivian acumulavam cinco pregões consecutivos de alta, a montadora tinha uma avaliação de mercado de cerca de US$ 153 bilhões, atrás apenas da Toyota e tornando-se a maior empresa dos Estados Unidos com receita zero. Para efeitos de comparação, a capitalização de mercado da Volkswagen - que, até então, ocupava o segundo lugar do pódio das montadoras - gira em torno de US$ 137 bilhões.

rivian
Rivian R1T | Foto: Reprodução Rivian

De acordo com especialistas, o bom desempenho da companhia, que é apoiada pela Amazon e pela Ford, reflete a nova febre entre os investidores de Wall Street: os investimentos em veículos elétricos (EV, na sigla em inglês). Em análise, o Morning Brew, serviço de notícias americano, comenta que "ninguém quer perder o próximo Tesla".

No mês passado, a empresa de Elon Musk disparou para uma capitalização de US$ 1 trilhão, "conforme o entusiasmo com o pivô elétrico da indústria automobilística atingiu novos patamares", ressalta o Morning Brew.

Em entrevista à Bloomberg americana, o estrategista-chefe de mercado da Miller Tabak, Matthew Maley, afirmou que a disparada nas ações da Rivian "é mais um sinal de que a espuma está voltando ao merco". Ele destaca, também, que "ainda há um nível de emergência de liquidez fluindo para o sistema muito depois que a emergência passou".

Outras empresas

A Volkswagen é a maior montadora da Europa e conta com cerca de 10 milhões de entregas de veículos por ano. A empresa gera cerca de US $ 300 bilhões em receitas anuais e tem como meta cerca de 15 bilhões de euros em fluxo de caixa líquido limpo automotivo este ano. O conjunto de marcas da gigante industrial alemã inclui as montadoras de automóveis de luxo Porsche, Audi e Lamborghini, bem como caminhões pesados da ​​Scania e motocicletas Ducati.

Enquanto isso, a Rivian, que está desenvolvendo uma picape elétrica (R1T) e um SUV elétrico (R1S), começou a entregar algumas caminhonetes em setembro, principalmente para seus próprios funcionários. A companhia estima que a produção anual atingirá 150.000 veículos em sua instalação principal no final de 2023.

Em sua análise, o Morning Brew ressalta, porém, que o foco não precisa ser dado para a Volkswagen. Isso porque, apesar de a produção e receita da empresa serem muito superiores às da Rivian, o desempenho das ações da recém-chegada no mercado de Nova York não a fez ter uma capitalização de mercado maior apenas do que a Volkswagen. Ao contrário.

Com base em informações da Bloomberg, em um ponto durante as negociações de terça-feira, quando a montadora teve seu pico de alta, a Rivian valia quase 90% das empresas que compõem o índice S&P 500, incluindo ações de gigantes como Goldman Sachs, Boeing, Citigroup e Starbucks.

Outra empresa que desenvolve veículos elétricos, a Lucid, também vem registrando um bom desempenho durante a semana. Na última terça-feira, após uma alta de cerca de 24%, a companhia chegou ao valor de US$ 91 bilhões em capitalização de mercado, superando a Ford, que tem US$ 79 bilhões.

Rivian X Tesla

De acordo com um levantamento feito pela Fidelity, uma plataforma de negociação de varejo, até a última terça-feira, as ações de empresas de veículos elétricos eram as favoritas dos investidores, com a Rivian, a Lucid e a Tesla liderando a lista de ativos mais comprados no site.

Há outro ponto, entretanto, que também pode estar beneficiando os papéis da Rivian desde sua estreia: uma série de vendas de ações da Tesla por parte de Musk, após o bilionário realizar uma enquete no Twitter perguntando se deveria se desfazer de 10% dos papéis da companhia.

Para Ed Moya, analista de mercado da Oanda Corp, a Rivian se tornou o papel de veículos elétricos mais importante do mês porque "os investidores não têm ideia se Elon Musk acabou de vender as ações". A Tesla já caiu cerca de 14% desde que o bilionário começou as vendas.

“A visão de Wall Street sobre ações de veículos elétricos é que a Rivian tem muito mais potencial de crescimento do que eles podem obter da Tesla”, acrescentou Moya, referindo-se aos retornos potenciais de ambas as ações. 

Conforme explica a Bloomberg, em análise, a Tesla, uma empresa mais madura do que Rivian, atualmente é negociada a um múltiplo de preço sobre lucro de 340, enquanto o índice NYSE FANG +, do qual faz parte, negocia a cerca de 43 vezes o lucro. Para o índice S&P 500, mais amplo, esse número é 26. / com Bloomberg

Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno