Outros

Criado em novembro de 2020, o Pix é considerado a melhor forma de efetuar transações financeiras por 83% dos brasileiros, de acordo com dados de pesquisa realizada pelo C6 Bank em parceria com o Ipec, entre os dias 22 e 28 de abril.

Com margem de erro de dois pontos percentuais, o estudo, que consultou 2 mil brasileiros das classes A, B e C com acesso à internet, aponta preferência pela nova ferramenta em detrimento do TED e do DOC.   

varejo
67% dos entrevistados querem utilizar o Pix no varejo - Foto: Arquivo

De acordo com o Banco Central, as transferências de pessoas físicas para jurídicas hoje correspondem a 11% do volume global de pagamentos efetuados por meio do sistema, e saltaram de 14,1 milhões, em janeiro, para 35 milhões, em março, crescimento de 148%. O Pix já ultrapassa 87 milhões de cadastros em território nacional

O resultado encontra respaldo na pesquisa do C6 Bank, segundo a qual 67% dos brasileiros desejam utilizar a ferramenta no varejo. Neste grupo, a faixa mais jovem dos entrevistados, entre 16 e 24 anos, é seis vezes maior do que a restante. 

A resistência à novidade aumenta em estratos de idade mais avançada da população. Metade dos brasileiros com mais de 55 anos não quer pagar contas com o Pix, revelam os dados. Os maiores índices de adesão concentram-se nas regiões Norte e Centro Oeste e nas cidades com mais de 500 mil habitantes.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Outros
Outros
Economia
Empresa
Veja mais Ver mais