Empresa

O conselho de administração da Petrobras aprovou nesta quarta-feira a venda da participação remanescente de 10% que a estatal possui na Nova Transportadora do Sudeste (NTS), pelo valor de R$ 1,8 bilhão.

 O ativo será comprado pela Nova Infraestrutura Gasodutos Participações, fundo gerido pela Brookfield e pela Itaúsa, que já são controladores da NTS.

Petrobras vende sua participação na NTS para a Brookfield e Itaúsa - Foto: NTS

Com os ajustes com desconto de dividendos, Juros sobre Capital Próprio e restituições, o valor estimado para entrar no caixa da Petrobras é de R$ 1,5 bilhão.

Segundo comunicado da petroleira, A assinatura do contrato de compra e venda e a conclusão da operação ocorrerão, de forma simultânea, nos próximos dias.

Quem é a NTS

A NTS atua com o transporte de gás natural, com autorização para operar e administrar um sistema de gasodutos de cerca de 2 mil km e com capacidade para transportar 158,2 MMm³/d de gás natural.

São mais de 2.000 quilômetros de malha com capacidade de transporte contratual de 158,2 milhões m³ de gás por dia. 

Os gasodutos da empresa estão localizados nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo e são responsáveis por 50% do consumo de gás natural no Brasil.

Além disso, e se conectam ao gasoduto Brasil-Bolívia, à rede de transporte da TAG, ao terminal de regaseificação de GNL da Baía de Guanabara e às plantas de processamento de gás natural produzido na Bacia de Campos e no pré-sal da Bacia de Santos.

Atualmente, os outros sócios da NTS são o FIP, fundo de investimentos gerido pela Brookfield Brasil Asset Management Investimentos Ltda., com 82,35% de participação acionária, e a Itaúsa com 7,65% de participação acionária. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais