Fundos de Investimentos

Em agosto, os fundos multimercado registraram captação líquida (entrada menos resgates) de R$ 1,9 bilhão, chegando a um total acumulado de R$ 91,5 bilhões em 2021, pelos dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Entre os 10 fundos multimercado de maior patrimônio, 7 são de grandes bancos, do Itaú, e 4 Banco do Brasil. Apenas dois fundos são de gestoras independentes.

Em levantamento exclusivo do portal Mais Retorno, em que foram considerados os fundos multimercado com 60 cotistas ou mais, com patrimônio acima de R$ 17 milhões, abertos ao público em geral, e em operação há pelo menos um ano, chegamos a uma base de 1.371 fundos, que detêm um total de R$ 609,513 bilhões.

Os dez fundos multimercado de maior patrimônio somam juntos R$ 80,324 bilhões, o que representa 13% do total. Mas nenhum desses fundos estão entre os mais rentáveis no ano, como já publicado aqui no portal.

O fundo que reúne as duas condições, está entre os que pagaram o melhor rendimento em 2021 e de maior patrimônio, é o Vítreo Criptomoeda FIC FIM Investimento no Exterior. Esse fundo tem R$ 417 milhões e rendeu 93,97% de janeiro agosto deste ano.

E entre os 10 maiores fundos multimercado, o que pagou a melhor remuneração foi o Kapitalo Zeta A FIC FIM, com um retorno acumulado de 4,48% no ano. A segunda colocação ficou com o Itaú MultiHedge 30 Multimercado, com rendimento de 3,35%; e a terceira posição, com o Itaú Seleção Multiplus Multimercado FIC FI, com 3,00%.

A rentabilidade não é o forte dos fundos de maior patrimônio. Ao contrário, nenhum deles conseguiu repor as perdas para a inflação que, no mesmo período, ficou em 5,67%. O maior fundo multimercado, o Carteira Itaú Investimento FIC FIM, rendeu 1,01% no ano.

Fundos multimercado mais rentáveis

A diferença é gigantesca ao observar o desempenho dos cinco fundos multimercado mais rentáveis em 2021: BLP Crypto Assets FIM IE, 134,25%; QR Blockchain Assets FIM IE, 107,56%; Hashdex 100 Nasdaq Crypto Index FIM IE, 96,87%; Esh Theta FIM, 95,05%; Vítreo Criptomoedas FIC FIM, 93,97%.

Há uma participação expressiva de criptomoedas na composição dos fundos multimercado campeões em rentabilidade no ano, assim também como em captação.

Em 12 meses, há que se destacar o Kapitalo Zeta que está entre os 10 maiores e que proporcionou aos cotistas um rendimento de 13,96%, o que cobre com folga os 9,68% de inflação, no período, medida pelo IPCA.

Considerando o recorte de entrada e saída de recursos nos fundos de maior patrimônio, os três que mais captaram no ano foram o Carteira Itaú, R$ 8,432 bilhões, o BB Multimercado LP Juros Moedas, R$ 5,843 bilhões, e o BB Multimercado LP Carteira Investimentos FIC FI, R$ 2,712 bilhões.

Já entre os que mais tiveram as maiores saídas de recursos estão o Ibiúna Hedge, com R$ 2,932 bilhões, o Kinea Chronos, R$ 2,162 bilhões, e o Carteira Itaú, R$ 1,747 bilhão.

Imagem do autor

Editora do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais