Empresa

A Cemig apresentou lucro líquido de R$ 1,9 milhões no segundo trimestre de 2021, alta de 80% na comparação com o mesmo intervalo de 2020. No primeiro semestre, o lucro líquido saltou para R$ 2,3 milhões, ante R$ 1,0 milhão obtido no mesmo período do ano passado.

Foto: envato
Cemig registrou receita líquida 33,7% maior no segundo trimestre ante o mesmo período de 2020 - Foto: Envato

A variação positiva, segundo a companhia em balanço divulgado ao mercado, se deu por conta do reconhecimento dos ganhos com a repactuação do risco hidrológico, à alienação de ativos mantidos para venda (Light) e ao aumento da margem bruta no primeiro semestre de 2021.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) consolidado apresentou aumento de 38,8% no segundo trimestre em comparação ao mesmo período de 2020.

Já o Ebitda ajustado apontou elevação de 39,2%. A margem do Ebitda ajustado passou de 17,2% para 18% na comparação anual. A receita líquida alcançou R$ 7,3 bilhões no período, 33,7% maior que o visto no mesmo intervalo de 2020.

A Cemig encerrou o mês de junho com R$ 6,9 bilhões disponível em caixa. Ao final do trimestre, a dívida líquida da companhia do setor elétrico era de R$ 6,3 bilhões, queda de 31,4% na comparação anual.

Energia e gás

A receita com energia vendida a consumidores finais de abril a junho totalizou R$ 6,2 milhões ante R$ 5,2 milhões no mesmo período de 2020, representando um aumento de 18,6%. No período, a energia transportada subiu 21,4% e somou 5.538.717 GWh ante o mesmo intervalo do ano passado.

Em relação ao gás, a companhia registrou uma receita com fornecimento de R$ 838,4 milhões no segundo trimestre, um crescimento de 107,9% na base anual.

No período, a Cemig vendeu 340.126 metros cúbicos por dia (m³/dia) de gás, volume 85,7% maior em relação ao mesmo trimestre de 2020. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais