Logo Mais Retorno
Empresa

Lucro líquido da BR Properties sobe 135% no terceiro trimestre e atinge R$ 38,3 mi

O Ebitda ajustado foi de R$ 58,3 milhões, aumento de 0,8% no período

Data de publicação:05/11/2021 às 12:04 -
Atualizado 8 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A BR Properties obteve lucro líquido de R$ 38,3 milhões no terceiro trimestre de 2021, uma alta de 135% em relação ao mesmo período do ano passado. Desconsiderando os efeitos não caixa e não recorrentes do trimestre, a companhia apresentou um lucro líquido ajustado de R$ 19,8 milhões.

Foto: Reprodução
BR Properties contabiliza lucro líquido 135% maior no terceiro trimestre - Foto: Reprodução

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 58,3 milhões, aumento de 0,8%. A margem Ebitda ajustada atingiu 70%, mesmo patamar do segundo trimestre do ano. A receita líquida totalizou R$ 83,5 milhões, crescimento de 6%.

A BR Properties encerrou o terceiro trimestre com uma dívida líquida de R$ 1,931 bilhão, queda de 5% em relação ao segundo trimestre, e com uma posição de caixa de R$ 1,161 bilhão, alta de 50%.

A despesa financeira líquida ajustada foi de R$ 38 milhões, o que representa um aumento nominal de R$ 28,6 milhões quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Esse resultado é explicado pelo aumento na taxa básica de juros no período, e pelo aumento da dívida líquida, disse a empresa em comunicado.

Operacional

Ao longo do terceiro trimestre e no mês de outubro, a BR Properties comercializou 10.796 m² de Área Bruta Locável (ABL) em novas locações, totalizando 98.694 m² no acumulado do ano. Cabe destacar que, do volume total locado no trimestre, 8.596 m² correspondem às locações na cidade São Paulo, e 2.200 m² às locações no Rio de Janeiro. No mesmo período, foram contabilizados 9.262 m² em rescisões.

A empresa fechou o trimestre com taxas de vacância financeira e física de 29,6% e 30,8%, respectivamente. Desconsiderando os 101.926 m? adquiridos no Complexo Parque da Cidade, as taxas de vacância financeira e física são de 16,5% e 19,2%, representando estabilidade em relação ao trimestre anterior.

A companhia destaca no documento sobre o desempenho que a Torre Aroeira, localizada no Complexo Parque da Cidade, encontra-se com 43% de sua ABL locada, representando 19% de ocupação do total detido pela BR Properties no Complexo.

O valor do aluguel médio por m² das mesmas propriedades do portfólio cresceu 7% nos últimos 12 meses. Já se comparado ao trimestre anterior, o montante ficou estável. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!