Logo Mais Retorno
Empresa

Incorporadora chinesa Modern Land pede para adiar pagamento de dívida

Imobiliária pediu mais três meses para quitar bonds que vencem no dia 25 de outubro

Data de publicação:11/10/2021 às 09:43 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A incorporadora chinesa Modern Land do setor imobiliário pediu a seus credores permissão para atrasar o pagamento de um bond (espécie de título de dívida emitido pela empresa) de US$ 250 milhões que vence no fim deste mês. É o mais recente sinal da crise financeira que atinge o setor na China, que envolveu a construtora Evergrande e outras companhias do segmento imobiliário.

A Modern Land pediu mais três meses para o pagamento dos bonds que vencem em 25 de outubro. Ainda assim, a companhia pretende recomprar 35% dos títulos na data de vencimento original. Os papéis têm juro de 12,85%.

Foto: Envato
Distrito financeiro de Pequim na China

A companhia informou ainda que o presidente do conselho de administração e controlador da empresa, Zhang Lei, e o presidente, Zhang Peng, concederão à companhia empréstimos de 800 milhões de yuans, o equivalente a US$ 124 milhões, o que deve ajudar a sanear as finanças do grupo.

As ações da Modern Land já caíram mais de 40% neste ano. Os bonds da empresa denominados em dólar e com vencimento em março de 2024 atingiram a cotação de 25 centavos de dólar na última sexta-feira, de acordo com a Tradeweb, abaixo dos 72 centavos a que eram negociados no fim de setembro.

O diferimento servirá para melhorar a liquidez da empresa, gerir melhor o fluxo de caixa e "evitar qualquer calote em potencial", afirmou a Modern Land. A empresa oferece aos investidores US$ 1 dólar para cada US$ 1.000 em títulos detidos por eles, em uma espécie de recompensa pelo atraso que está pedindo. A companhia precisa da aprovação de pelo menos 90% dos credores para conseguir o perdão à data de vencimento.

Na última semana, a Modern Land informou que suas vendas contratadas para setembro, incluindo imóveis e vagas de estacionamento, totalizaram cerca de 3,56 bilhões de yuans, ou US$ 553 milhões. O valor representava queda de 22% em um ano./Agência Estado/ Dow Jones Newswires.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!