Economia

IGP-M cai 0,03% na 2ª prévia de outubro, afirma FGV

Na segunda leitura de setembro, o IGP-M havia registrado recuo mais acentuado, de 0,58%

Data de publicação:19/10/2021 às 02:49 - Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) teve deflação de 0,03% na segunda prévia de outubro, informou nesta terça-feira, 19, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Na segunda leitura de setembro, o índice havia registrado recuo de 0,58%.

Foto: Envato igp-m
IGP-M é medido pela Fundação Getúlio Vargas

A redução do ritmo de queda do IGP-M foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que registrou deflação de 0,32% na segunda prévia de outubro, contra uma queda de 1,06% na mesma leitura do mês passado.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) acelerou de 0,95% na segunda prévia de setembro para 0,98% em igual leitura de outubro, informou a FGV. Em contrapartida, o Índice Nacional de Custos da Construção (INCC-M) arrefeceu de 0,43% para 0,33% no período.

IPC-S também desacelera na 2º quadrissemana de outubro

A FGV também divulgou o resultado do índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S), que desacelerou em todas as sete capitais pesquisadas na segunda quadrissemana de outubro, na comparação com a primeira quadrissemana.

O IPC-S arrefeceu a 1,29% na segunda leitura do mês, após registrar 1,43% na primeira medição. A alta acumulada em 12 meses é de 10,29%, valor menor do que os 10,45% ocorridos no período até a primeira quadrissemana.

O alívio mais significativo no IPC-S Capitais veio de Porto Alegre, onde a inflação desacelerou de 1,86% para 1,58%, segundo a FGV. Recife (1,38% para 1,15%), Brasília (1,13% para 0,93%), São Paulo (1,43% para 1,30%), Salvador (0,89% para 0,79%), Belo Horizonte (1,52% para 1,45%) e Rio de Janeiro (1,41% para 1,40%) também registraram arrefecimento. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Mais sobre