Economia

A produção industrial cresceu em 11 dos 15 locais pesquisados na passagem de abril para maio, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira, dia 8. Em São Paulo, maior parque industrial do País, houve uma expansão de 3,9%.

produção industrial
Produção industrial no país cresceu 1,4% em maio frente a abril

As demais taxas positivas ocorreram em Goiás (4,8%), Minas Gerais (4,6%), Ceará (4,4%), Rio de Janeiro (4,3%), Mato Grosso (3,4%), Espírito Santo (2,1%), Pernambuco (1,4%), Amazonas (0,5%), Rio Grande do Sul (0,3%) e Santa Catarina (0,1%). Os recuos foram registrados na Região Nordeste (-2,8%), Pará (-2,1%), Bahia (-2,1%) e Paraná (-1,4%). Na média global, a indústria nacional avançou 1,4% em maio ante abril.

Comparação anual

A produção industrial cresceu em 12 dos 15 locais pesquisados em maio de 2021 ante maio de 2020, segundo o IBGE. O instituto ressaltou que o mês de maio de 2021 teve um dia útil a mais que maio de 2020, uma contribuição positiva do efeito calendário para a produção. No entanto, a principal explicação para os resultados tão elevados é a base de comparação baixa, "já que, em maio de 2020, diversas plantas industriais estavam paradas, devido à pandemia da covid-19", apontou o órgão, acrescentando que o mês de maio de 2020 registrou o segundo pior patamar da indústria em toda a série histórica da pesquisa, iniciada em 2002, perdendo apenas para abril de 2020.

Em São Paulo, maior parque industrial do País, a produção avançou 31,4% em maio deste ano ante maio do ano passado. Também houve expansão no Amazonas (98,2%), Ceará (81,1%), Santa Catarina (38,7%), Espírito Santo (37,9%), Minas Gerais (32,3%), Rio Grande do Sul (29,3%), Paraná (23,7%), Rio de Janeiro (15,1%), Pernambuco (13,3%), Pará (4,7%) e Região Nordeste (3,7%).

Por outro lado, houve perdas na Bahia (-17,7%), Mato Grosso (-2,2%) e Goiás (-0,3%). Na média global, a indústria avançou 24,0% em maio de 2021 ante maio do ano anterior. / Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais