Outros

Os papeis das siderúrgicas estão vivendo dias de euforia. A demanda forte por minério de ferro, puxada pela produção recorde de aço pela China, está impulsionando as ações de Vale, principal exportadora da matéria-prima, e de outras siderúrgicas na B3. As ações da mineradora encerraram o pregão desta segunda-feira, 17, em alta de 2,62%.

Dados do National Bureau of Statistics (NBS) da China indicam que a produção de aço bruto em abril aumentou para 97,9 milhões de toneladas, atingindo novos recordes mensais e diários – mais 4,1% na comparação com o mesmo mês de 2020. No acumulado do ano, a produção cresceu 16%, para 375 milhões de toneladas.

Vale anuncia programa de recompra de 270 milhões de ações
Vale, ações beneficiadas com produção recorde da China - DIVULGAÇÃO/VALE

Os novos dados continuam desafiando os esforços do governo chinês de conter a produção, a fim de reduzir a poluição, já que a produção de aço vem aumentando há dois meses seguidos. De acordo com a China Iron and Steel Association (Cisa), a produção nas principais usinas tem sido mais alta nestes três primeiros meses de 2021 que nos mesmos meses desde 2017. Outra indicação da forte demanda pela matéria-prima na China são as quedas nos estoques de minério de ferro nos portos chineses por três semanas consecutivas.

Yuri Pereira, analista de Research, e Thales Carmo, analista de Mineração & Siderurgia e Papel & Celulose, da XP, afirmam que seguem otimistas com as perspectivas de minério de ferro no futuro, visto que a produção de aço da China tende a continuar a crescer com altas margens de aço, juntamente com uma oferta maior da commodity.

A recomendação dos analistas é de compra na Vale (preço-alvo de R$ 122/ação). Os papeis de Vale apresentam valorização de 4,4% em um mês, de 29,74% neste ano, e de 121% nos últimos 12 meses.

Há recomendação também para os papeis de CSN Mineração (preço-alvo de R$ 14/ação).

Todos os principais papeis do setor de mineração e siderurgia apresentaram alta na B3 nesta segunda, dia 17. A Companhia Siderúrgica Nacional teve alta de 3% (R$ 48,41); Usiminas avançou 1,58% (20,62), e CSN Mineração com valorização de 1,15% (9,65).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais