Empresa

Eldorado Brasil reverte prejuízo e lucra R$ 15 milhões no 1º trimestre

A Eldorado Brasil registrou lucro líquido de R$ 15 milhões no primeiro trimestre de 2021, revertendo prejuízo líquido de R$ 865 milhões informado um ano antes….

Data de publicação:17/05/2021 às 08:00 - Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Eldorado Brasil registrou lucro líquido de R$ 15 milhões no primeiro trimestre de 2021, revertendo prejuízo líquido de R$ 865 milhões informado um ano antes. Frente ao quarto trimestre, porém, a performance representa queda de 95%.

De acordo com a empresa, os resultados foram favorecidos por um ambiente positivo para os produtores de celulose de fibra curta em relação ao balanço oferta-demanda.

Eldorado Brasil reporta lucro de R$ 15 milhões no primeiro trimestre de 2021 - Foto: Divulgação

"Atrasos de navios e diminuição da disponibilidade de containers, provocados pela aceleração das exportações chinesas no final do ano de 2020, tem gerado restrições na oferta", observa a companhia em comentários que acompanham o informe de resultados.

A receita líquida da Eldorado somou R$ 1,306 bilhão no primeiro trimestre, com expressiva alta de 52% no comparativo anual e avanço de 11% frente ao trimestre imediatamente anterior, com o preço médio líquido da celulose atingindo US$ 500 a tonelada.

Já o Ebitda da companhia atingiu R$ 692 milhões no período, registrando um salto de 95% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior e alta de 8% ante o quarto trimestre. Com isso, a margem Ebitda recuou de 54,2% em dezembro para 52,9% em março. Em março de 2020, porém, esse indicador estava em 41,5%.

No período, a geração de caixa livre ajustado da Eldorado somou R$ 445 milhões, consideravelmente superior aos R$ 230 milhões de um ano antes. Em um ano, a produtora de celulose também conseguiu reduzir sua alavancagem de 3,15 vezes para 2,82 vezes.

Vendas e caixa

Vendas e caixa

No trimestre, as vendas de celulose da empresa somaram 443 mil toneladas, apontando alta de 7,5% em relação a um ano antes, mas queda de 4,3% em relação ao quarto trimestre. A boa performance ainda superou a produção da companhia, que entre janeiro e março somou 439 mil toneladas, alta de 11,7% em relação a um ano antes, e 5,2% abaixo do quarto trimestre.

Seu custo caixa aumentou 34% ante o quarto trimestre e 24% em relação a um ano antes, para R$ 743/tonelada. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Ordem a mercado

Ordem a mercado

O que é ordem a mercado? Ao comprar ou vender ações na bolsa de valores, investidores geralmente têm as negociações mediadas por corretores particulares ou agências...

  CONTINUAR LENDO