Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
Edward Altman.jpg
Personalidades

Edward Altman, o economista que pertence ao Hall da Fama da Renda Fixa

Edward Altman, economista americano, entrou no Hall da Fama da Sociedade de Renda Fixa, em 2001. Sete anos depois, ele foi homenageado no Hall da Fama da Turnaround Management.

Data de publicação:16/08/2023 às 16:57 -
Atualizado 9 meses atrás
Compartilhe:

Edward Altman, economista americano, entrou no Hall da Fama da Sociedade de Renda Fixa, em 2001. Sete anos depois, ele foi homenageado no Hall da Fama da Turnaround Management. 

Acadêmico, Edward Altman foi pioneiro ao construir modelos para gerencia risco de crédito e prever falência, se destacando no mercado de dívidas de alto rendimento.

História de Edward Altman

Edward I. Altman nasceu em 5 de junho de 1941 na cidade de Nova Iorque e frequentou as escolas públicas da cidade. Em 1963, ele graduou-se em bacharel em economia pela City College of New York. Quatro anos depois, ele obteve o doutorado em Finanças, pela Escola de Negócios da UCLA. Nesse mesmo ano, casou-se com Elaine Karalus. 

Entre os anos de 1971 e 1973, Altman lecionava Finanças na Hautes Etudes Commerciales, em Paris, França, como professor visitante. Lá, seu filho Gregory nasceu. Em 1976, o Edward I. Altman voltou para a França para lecionar um Ph.D. . Seminário na Universidade de Paris-Dauphine (Paris IX).

Durante 12 anos, ele foi presidente do Programa de MBA da Stern School, onde lecionada as disciplinas Gerenciamento de Risco e Falência e Reorganização. Em 1988, foi nomeado para a cátedra Max L. Heine em Stern. Em 2015, tornou-se Emérito, da Stern School of Business, na Universidade de Nova York. Atualmente Altman é Professor de Finanças Max L. Heine. Além disso, ele dirige o Setor de Pesquisa em Mercados de Crédito e Dívida no NYU Salomon Center for the Study of Financial Institutions. 

Durante os anos, Altman lecionou em diversas cidades como Milão (Bocconi), Perth (UWA), Sydney (UNSW, Macquarie), Nápoles (Partenope), Madri (CEMFI) e Rio de Janeiro (PUC).

Hall da Fama

Em 2001, o Edward Altman entrou no Hall da Fama da Sociedade de Analistas de Renda Fixa. Quatro anos depois, ele foi eleito uma das “100 Pessoas Mais Influentes em Finanças” pela revista Treasury & Risk Management. 

Em 2007, Altman foi cofundador da International Risk Management Conference. No ano seguinte, ele foi homenageado no Hall da Fama da Turnaround Management Association.

Atlman Z-score

Em 1968, o professor Edward Altman criou o Altman Z-score, um método que prevê falências de empresas em todo o mundo. 

O Altman Z-score é uma fórmula que mensura a saúde financeira das empresas, prevendo a probabilidade da sua falência ou não. O modelo tem uma confiabilidade de até 90%, pois ele separa companhias falidas e não falidas. O método é usado por diversos gerentes de investimento e fundos de hedge em suas estratégias. 

Além disso, a fórmula tem sido usada por diversas companhias para evitar a necessidade de entrarem com pedido de recuperação judicial. O Altman Z-score é usado em todo mundo por várias instituições bancárias, com o objetivo de quantificar a probabilidade de inadimplência das suas carteiras de crédito. 

Publicações de Altman

Em 1977, o professor Altman fundou o Journal of Banking and Finance. Atualmente, ele é membro de Conselho Consultivo Acadêmico e Editor associado de diversas acadêmicas em todo mundo, tais como:

  • Risk & Decision Analysis (Holanda), 
  • Journal of Management and Financial Services (Varsóvia), 
  • Revista Mexicana de Economia y Finanzas (México) 
  • International Journal of Banking, Accounting & Finance (Reino Unido)
  • Journal of Credit Risk (Londres).

Os principais temas de pesquisa de Edward Altman são gerenciamento de risco e regulamentação em bancos, políticas de crédito e empréstimos, mercado de capitais, finanças corporativas, análise e previsão de falências. Ao longo dos anos, Altman publicou mais de 160 artigos em revistas acadêmicas e dezenas de livros. Seu trabalhos foram traduzidos para diversos idiomas, incluindo espanhol, português, chinês, polônes, francês, coreano, alemão, japonês e italiano. Confira as principais publicações:

  • Altman, Edward (2002). Falência, risco de crédito e títulos 'lixo' de alto rendimento: um compêndio de escritos . Oxford, Inglaterra e Malden, Massachusetts: Blackwell Publishing. 
  • Altman, Edward (2005). A. Resti; A. Sironi (eds.). Risco de Recuperação .
  • Altman, Edward; Edith Hotchkiss (2005). Dificuldade Financeira Corporativa e Falência, 3ª edição . John Wiley e filhos. 
  • Altman, Edward; Couette, J.; Narayanan, P; Nimo, R. (2008). Gestão do Risco de Crédito, 2ª Edição . John Wiley e filhos. 
  • Altman, Edward; Roggi O. (2013). Medindo e Gerenciando o Risco. Padrões e regulamentos globais emergentes após a crise financeira . World Scientific Press LPP - Cingapura. .
  • Altman, Edward; Edith Hotchkiss (2019). Dificuldade Financeira Corporativa, Reestruturação e Falência, 4ª edição . John Wiley e filhos.
Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados