Renda Variável

Dividendos do Itaúsa 2021

Os dividendos do Itaúsa 2021 é uma parte do lucro líquido que a empresa obtém durante um determinado período. Então, sendo distribuídos cerca de 25% aos…

Data de publicação:10/05/2021 às 08:49 - Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Os dividendos do Itaúsa 2021 é uma parte do lucro líquido que a empresa obtém durante um determinado período. Então, sendo distribuídos cerca de 25% aos acionistas da empresa. 

Os dividendos são considerados por diversos especialistas como uma boa opção para se ter  uma renda por meio de ações. Visto que a empresa paga uma parte de seu lucro para os acionistas da mesma. Assim, as ações que pagam bons proventos, tornam-se atrativas. 

O Itaúsa paga esses proventos como uma forma de retribuir o investimento realizado na companhia. Entenda aqui como é baseado esse pagamento e quais tipos de acionistas tem direito a receber. 

Dividendos do Itaúsa 2021

Os dividendos do Itaúsa 2021 é uma política de remuneração da empresa para os acionistas. Ou seja, é uma determinação da própria companhia para a distribuição de proventos para seus investidores. 

Tanto ações ordinárias (ITSA3) ou preferenciais (ITSA4) recebem o mesmo valor referente aos dividendos. Sendo assim, os acionistas do Itaúsa têm direito de 25% do lucro líquido que a empresa teve durante um determinado período. Assim são pagos nos seguintes meses: 

  • Abril;
  • Julho;
  • Outubro;
  • Janeiro. 

O Itaúsa, além dos dividendos, também paga aos seus investidores o JCP - Juros sobre Capital Próprio. Sendo então pagos, em 2021, cerca de R$0,019 por cada ação adquirida dentro da empresa. 

Os dividendos do Itaúsa 2021 são pagos de forma trimestral, pagando R$0,02 por ação ordinária ou preferencial. Onde o valor também poderá ser determinado conforme a posição dos papéis no último dia útil dos meses abaixo: 

  • Fevereiro;
  • Maio;
  • Agosto; 
  • Novembro. 

O que é dividendo? 

O dividendo é uma forma de distribuição de uma parte dos lucros de uma empresa para seu grupo de acionistas. Podendo ser distribuídos das seguintes formas: 

  • Dinheiro;
  • Ações da empresa;
  • Propriedade, sendo o modo mais raro de distribuição. 

A maioria das companhias brasileiras que são estáveis, pagam dividendos para seus investidores. Assim, sendo uma forma de remuneração. Sobretudo, esses proventos são distribuídos para atrair novos acionistas para a empresa. 

Para diversos investidores, investir em papéis que pagam dividendos pode ser um método de ter uma boa rentabilidade. Já que, a longo prazo, é possível ter bons lucros, conforme a quantidade de ações daquela empresa. 

Como funciona o dividendo?

Para uma companhia pagar dividendos, é necessário que a mesma tenha uma governança corporativa sólida. Ou seja, é essencial que possua uma previsão certeira sobre seu fluxo de caixa. Por isso, empresas novas não efetuam esse tipo de pagamento. 

Quando uma ação paga bons dividendos, ela atrai mais investidores. Consequentemente, fazendo com que o seu valor aumente no mercado financeiro. Abaixo veja como são classificados os proventos que cada empresa poderá pagar para seus investidores:

  • Dividendos: É o pagamento mais comum. Onde, a partir do momento que você compra uma ação, passa a ter parte dos lucros líquidos obtido pela empresa;
  • Bonificação: É uma forma de remunerar os acionistas com outras ações da empresa. Sempre dependendo da quantidade de papéis que o investidor possui;
  • Dividendo extraordinário especial: É um pagamento extra para os acionistas, onde poderá ocorrer de forma inesperada, ou por um súbito aumento no fluxo do caixa da empresa; 
  • Direitos de Subscrição: Quando uma companhia emite mais ações, ela disponibiliza a seus acionistas o direito de comprar novas ações antes do mercado; 
  • JCP - Juros sobre Capital Próprio: É similar aos dividendos, contudo a diferença ocorre na contabilidade da empresa que irá pagar os proventos. 

Quem é a Itaúsa?

Com mais de anos de história, a Itaúsa é uma holding de investimentos brasileira com o capital aberto. Assim, possuindo um capital aberto e um portfólio com diversas empresas 

líderes, como:

  • Duratex; 
  • Alpargatas; 
  • Copagaz; 
  • Itaú Unibanco;
  • NTS - Norte Transportadora do Sudeste. 

Com mais de 90 mil acionistas, a empresa é considerada umas das principais da B3 brasileira. Sendo que a mesma possui o propósito para a criação sustentável, seja de valor para seus acionistas, quanto para a sociedade. veja mais informações sobre o Itaúsa: 

  • Razão social: Itaúsa S.A;
  • Tipo de empresa: Capital aberto; 
  • Código na B3: ITSA3 e ITSA4;
  • Setor de atuação: Holding de investimentos; 
  • Gênero de atividade: Sociedade anônima; 
  • Fundação: 6 de maio de 1966;
  • Sede: São Paulo;
  • Proprietários: Família ESA - Egydio Souza Aranha; 
  • Presidente atual: Alfredo Egydio Setubal; 
  • Divisão acionária: 66% em circulação no mercado financeiro e 34% pertencente à família ESA. 

Resultado dos dividendos do Itaúsa 2021

O resultado dos dividendos do Itaúsa 2021, foram divulgados em 22 de fevereiro de 2021. Tendo como base o 4T20. Assim, apresentando um lucro líquido de R$3,6 bilhões, uma alta de 6,2% em relação ao 4T19. Veja como ficaram os dividendos desse período: 

  • Valor bruto pago por cada ação: R$0,015456;
  • Data de COM: 09 de março de 2021;
  • Data EX: 10 de março de 2021;
  • Data de pagamento: 30 de setembro de 2021.

Conforme o Itaúsa, serão pagos cerca de R$114,8 milhões de dividendos aos seus acionistas. Sendo então pagos a cada ação o valor de R$0,015456, até o dia 30 de setembro de 2021. 

Qual é o mínimo de porcentagem paga nos dividendos? 

Qualquer empresa que esteja listada na B3 - Bolsa de Valores, deverá fazer a distribuição de uma porcentagem de seus lucros para seus investidores. Além disso, esse provento está  previsto pela Lei das S/As (referente às sociedades anônimas) Nº 6.404 de 1976.

O dividendo é uma forma de "recompensa" para quem compra papéis de uma empresa. Assim, sendo um método para atrair mais acionistas para aquele investimento. Certamente a ação que paga bons proventos, torna-se mais atrativa para todo o perfil de investidor.

A Lei das S/As, artigo 202, cita que é a empresa que irá definir qual será a porcentagem a ser paga desse provento. Ou seja, é possível que uma companhia distribua apenas 1% do seu lucro líquido obtido para seus acionistas. 

A maioria das empresas brasileiras aderem ao pagamento de 25% de seu lucro líquido. Lembrando que será descontado em cima dessa porcentagem o IR - Imposto de Renda.

Portanto, ao se tornar um acionista, uma pessoa tem direito a receber parte do lucro que é  gerado pela empresa. Dessa forma, dependendo da quantidade de papéis que esse acionista possui. Certamente, quanto maior for a quantia, maior será o valor recebido. 

Sobre o autor
Mais Retorno
Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!