Logo Mais Retorno
Outros

De Seattle a Shenzen: 500 bilionários perdem US$ 135 bilhões com crise da Evergrande

Incorporadoras imobiliárias de Hong Kong e investidores de todo mundo estão nessa lista

Data de publicação:21/09/2021 às 14:45 -
Atualizado 8 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O derretimento das ações da gigante chinesa do setor imobiliário Evergrande atingiu as maiores fortunas do mundo na véspera. Cerca de 500 bilionários perderam cerca de US$ 135 bilhões com essa derrocada, segundo reportagem da Bloomberg.


Elon Musk, da Tesla., liderou as quedas – seu patrimônio líquido, considerado o maior entre os bilionários, caiu US$ 7,2 bilhões, somando US$ 198 bilhões, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index.

Itaú e Bradesco lançam fundos para brasileiros investirem em empresas chinesas
- Foto: Envato

Em segundo lugar, Jeff Bezos, fundador da Amazon, com sede em Seattle, ficou US$ 5,6 bilhões mais pobre, reduzindo sua fortuna para US$ 194,2 bilhões.

Colin Huang, fundador da plataforma de comércio eletrônico Pinduoduo, perdeu US$ 29,4 bilhões neste ano, mais do que qualquer outro empresário da China, incluindo US$ 2,3 bilhões desta segunda-feira.

Pares

Os maiores incorporadores imobiliários de Hong Hong lideraram algumas das perdas mais acentuadas no índice Hang Seng. Os bilionários Lee Shaua-Kee, Yang Huiyan, Li Ka-Shing e Henry Cheng, juntos, perderam mais de US$ 6 bilhões.

O próprio fundador e presidente da Evergrande, Hui Ka Yan, também confirmou uma queda vertiginosa em seu patrimônio, com as ações da companhia caindo para o nível mais baixo em uma década. Segundo a Bloomberg, sua fortuna agora é de US% 7,3 bilhões, bem abaixo da soma de US$ 42 bilhões alcançada em 2017.

Reação

A crise de caixa da Evergrande, a incorporadora mais endividada da China, e uma repressão regulatória no mercado imobiliário alimentaram temores sobre um possível contágio financeiro para outras economias.

Os mercados também reagiram ao alerta da secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, sobre a ocorrência de uma possível “catástrofe econômica” se os legisladores não conseguirem aumentar o teto da dívida.

Nesta terça-feira, o presidente da Evergrande enviou uma carta aos funcionários da companhia.

Em um esforço para tentar reavivar a confiança na empresa, o presidente da Evergrande, Hui Ka Yuan, disse, em carta enviada aos funcionários, que a empresa está confiante de que “sairá de seu momento mais sombrio” e cumprirá com as entregas dos projetos imobiliários em andamento.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!