Empresa

O Bank of America (BofA) rebaixou sua recomendação para as ações da Lojas Marisa de compra para neutro, e subiu o preço alvo de R$ 8 para 9,50. Com essa notícia, as ações da varejista de moda, que chegaram a cair 1,17% ao longo do pregão, fechou o dia na B3 em queda de 0,47%, negociada a R$ 8,54.

Foto: Reprodução
BofA rebaixa recomendação da Lojas Marisa de compra para neutro - Foto: Reprodução

A mudança de patamar feita pelo BofA, de acordo com os analistas que assinam o relatório de análise sobre a empresa, envolve vários fatores, como novos fechamentos de loja, queda da confiança dos investidores, câmbio e consumo mais fracos.

Soma-se ainda a esse cenário o racionamento de energia, taxas mais altas de inadimplência, spreads de crédito mais estreitos e incapacidade da varejista de obter financiamentos.

Segundo a instituição financeira, apesar de os esforços da Marisa em melhorar a gestão e os custos, o desemprego e as pressões inflacionárias sobre os consumidores de menor renda diminuíram o ritmo e a força da recuperação da empresa.

De acordo com o relatório do BofA, o banco está “modestamente aumentando nossas previsões de receitas, mas reduzindo nossas estimativas de lucros para refletir custos de financiamento mais altos”.

Custos, execução e produtos

Os analistas do banco apontam que a gestão da Marisa tem feito melhorias consideráveis no produto, na estrutura de custos e na execução da operação, o que, segundo eles, prepara a empresa para obter aumento na margem bruta e maior alavancagem operacional à medida que as vendas voltem a crescer.

Segundo eles, novos avanços operacionais da varejista devem acontecer nos próximos meses, pois a Marisa está voltada para a digitalização de suas plataformas de gestão, crédito ao consumidor e relacionamento com o cliente (CRM).

“A criação de uma loja conceito integrada e totalmente digitalizada por aplicativos parece ser um dos focos principais. Percebemos uma oportunidade de longo prazo também para atualizar suas lojas com a recuperação do fluxo de caixa da companhia”, ressalta o relatório.

Baixa renda

Enquanto os consumidores de rendas mais altas sentiram menos o impacto da pandemia, o mercado-alvo da Marisa – a população de baixa renda – foi durante impactada com o fechamento de negócios, restrição da mobilidade e redução de pessoal, aponta o BofA.

Além disso, a alta na inflação também deve pressionar ainda mais a renda disponível, de acordo com os analistas. “Além disso, o aumento antecipado do preço da energia elétrica ameaça retardar a recuperação”.

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais