Finanças Pessoais

A partir desta segunda-feira, 24, o contribuinte pode saber se tem a sua restituição no primeiro lote, que a Receita Federal vai creditar no dia 31 de maio.

Embora o prazo para a entrega da declaração termine também no dia 31, a consulta já está disponível no portal da Receita a quem já enviou declaração, desde o início de março. São 3.446.038 contribuintes que receberão um total de R$ 6 bilhões.

imposto de renda
Superintendência da Receita Federal, em Brasília.

Nesse primeiro lote virão restituições, em sua grande maioria, de contribuintes com 60 anos ou mais e dos portadores de doenças grave, deficiência física ou mental. Isso desde que tenham assinalado essas condições na declaração.

Para esses contribuintes considerados prioritários, 2.985.438, serão destinados R$ 5.548.337.897. O restante refere-se a restituições  de declarações de anos anteriores.

Depois de ter feito o crédito a esse universo de contribuintes, a Receita a devolução segue uma ordem de entrega para pagar a restituição, quem enviou primeiro recebe primeiro.

Calendário de pagamento da restituição

O pagamento de restituição segue um calendário, será feito de maio a setembro, sempre no último dia útil de cada mês.

O crédito do 1º lote vai acontecer em 31 de maio; a do segundo, em 30 de junho; a do terceiro, em 30 de julho, a do quarto em 31 de agosto e a do quinto, em 30 de setembro. Já a consulta costuma ser liberada uma semana antes da liberação dos lotes.

O valor é creditado na conta bancária indicada pelo contribuinte na declaração. Caso tenha problema para o depósito, a Receita deixará o valor disponível em agência do Banco do Brasil.

A restituição do IR é corrigida pela taxa Selic acumulada desde maio de 2021 até o mês anterior ao da devolução. Isso costuma ficar acima do rendimento líquido de aplicações financeiras, como caderneta e fundos de renda fixa.

Imagem do autor

Editora do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Finanças Pessoais
Finanças Pessoais
Finanças Pessoais
Mercado Financeiro
Veja mais Ver mais