Logo Mais Retorno
Personalidades

Conheça Abigail Johnson considerada uma das mulheres mais poderosas do mundo

Abigail Johnson, presidente e CEO da Fidelity Investments, é considerada a 75° na lista de bilionários da Forbes. Com patrimônio acumulado de US$ 21,9 bilhões, a…

Data de publicação:27/04/2022 às 12:36 -
Atualizado 22 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Abigail Johnson, presidente e CEO da Fidelity Investments, é considerada a 75° na lista de bilionários da Forbes.

Com patrimônio acumulado de US$ 21,9 bilhões, a empresária Abigail dá continuidade ao negócio de seu pai desde 2016 e ocupa lugares de destaque, como uma das mulheres mais poderosas do mundo, segundo a Forbes em 2021.

Quem é Abigail Johnson?

Abigail Pierrepont Johnson, aos 60 anos, é empresária, presidente e CEO da empresa Fidelity Investments.
A norte-americana desempenha um papel importante na instituição desde 2014, quando assumiu o lugar de seu pai e está na posição de presidente desde 2016.

Edward “Ned' Johnson, o bilionário do fundo de mútuos, morreu aos 91 anos em março de 2022, segundo nota da família, o falecimento ocorreu em sua casa na Flórida.

Ao longo de quase quatro décadas como CEO da gigante de fundos mútuos Fidelity, Johnson supervisionou o crescimento dos ativos gerenciados de US$ 3,9 bilhões no início dos anos 1970 para US$ 1,7 trilhão em 2014, quando deixou o cargo de CEO.

Na época de sua morte, Johnson foi classificado como a 67ª pessoa mais rica da América, com uma fortuna estimada em US$ 10,1 bilhões.

Abigail que herdou todo o império trabalhou nos verões da Fidelity durante a faculdade e ingressou como analista em tempo integral em 1988, depois de receber um MBA em Harvard.

“Não importa o quão sênior você chegue em uma organização, não importa o quão bem você seja percebido, seu trabalho nunca termina”

Abigail também é filantrópica e está na classe 1 da Forbes na lista de filantropia, o que significa que doou menos de 1% de toda a sua riqueza até hoje.

A família Johnson é um doador frequente para organizações sem fins lucrativos na área de Boston e doou dinheiro para Harvard, o Instituto de Arte Contemporânea e a Histórica Nova Inglaterra.
Fidelity Investments

A Fidelity Investments foi fundada em 1946 pelo avô da empresária, Edward Johnson II. Em 1957, depois de frequentar Harvard e servir no Exército dos EUA, Johnson III, seu pai, ingressou na empresa de 70 pessoas como analista de pesquisa.

Orientado a dados e detalhista, Johnson começou a administrar o Magellan, o principal fundo mútuo da empresa, em 1963.

O fundo apresentou um retorno médio anual impressionante de 30%, comparado aos 8% do S&P 500, nos nove anos em que esteve no comando. Johnson tornou-se presidente da Fidelity Investments em 1972 e presidente cinco anos depois. A Fidelity agora tem US$ 4,5 trilhões em ativos sob gestão.

Johnson estabeleceu uma reputação de inovador no setor de serviços financeiros. Em uma entrevista de 1981 à Forbes , ele disse:

“Observe a competição com cuidado. Geralmente é o lugar para se ter ideias.”

Sob a liderança de Johnson, a Fidelity iniciou um número gratuito para serviços ao investidor em 1974 e nesse mesmo ano introduziu a prática de emitir cheques contra contas do mercado monetário.

A empresa foi pioneira na comercialização direta de fundos mútuos e uma das primeiras a oferecer administração 401(k). Um dos primeiros investidores em computadores e tecnologia, a Fidelity começou a oferecer aos clientes negociação computadorizada em disquetes no início de 1980 e foi a primeira empresa de fundos mútuos a criar uma home page online em 1999.

Uma empresa privada, a Fidelity Investments ficou em 10º lugar na lista da Forbes de 2021 das maiores empresas privadas dos EUA Johnson e seus filhos possuem 49% da FMR, empresa controladora da Fidelity, enquanto os funcionários detêm os 51% restantes, segundo a empresa. Ele deixou o cargo de CEO em 2014, entregando as rédeas para sua filha, Abigail Johnson.

Dois anos depois, ele se aposentou como presidente do conselho, com Abigail assumindo esse papel também.

Atualmente Abigail possui uma participação estimada de 24,5% da empresa, que possui US$ 4,2 trilhões em ativos administrados.

Importante dizer que em 2018 a Fidelity lançou uma plataforma de negociação de bitcoin e ether para investidores institucionais, integrando o mercado de moedas digitais.

Fidelity Presidente Emérito Edward (Ned) C. Johnson III com sua filha Abigail Johnson em 2004. CORBIS VIA GETTY IMAGES

Fundos Mútuos: o que são?

Um fundo mútuo de investimento é um ativo composto por um grupo de ações, títulos ou outros valores mobiliários e é administrado por um gestor de fundo como um portfólio.

Os investidores compram e vendem cotas do fundo a preços definidos ao final de cada dia de negociação.

Os recursos provenientes da aquisição dessas cotas são reunidos de forma a permitir que o gestor do fundo tenha maior poder de compra e recursos para sua equipe buscar oportunidades de investimento adicionais ou alternativas.

A diversificação das carteiras dos fundos mútuos os torna uma forma popular de investir em setores específicos do mercado, o que seria extremamente difícil para um investidor individual fazer sozinho. Entre os tipos de fundos mútuos se destacam os fundos de renda fixa, fundos de índice, fundos balanceados, fundos de mercado monetário, fundos setoriais e fundos com data-alvo.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!