Mercado Financeiro

Se você pretende garantir um padrão de vida que lhe gere conforto e segurança financeira, é essencial começar a fazer planos para aumentar o seu patrimônio o quanto antes. Nesse contexto, entender como investir 2000 reais, por exemplo, poderá ajudá-lo a aplicar essa quantia e fazer o seu dinheiro render.

Por outro lado, entendemos que aplicar essa quantia pode ser uma tarefa arriscada, sobretudo para investidores iniciantes — já que as dúvidas sobre as melhores práticas do mercado são muito comuns nessa fase.

Portanto, se este é o seu caso, você está no lugar certo! No post de hoje apresentaremos algumas dicas matadoras sobre como e onde investir um capital de 2000 reais com grandes possibilidades de ganho.

Você aprenderá:

Quer aprofundar os seus conhecimentos sobre este assunto? Então, continue com a gente!

Tenho R$ 2 mil para gastar. Como posso investir?

Diferente do que muitas pessoas acreditam, para ingressar no mundo dos investimentos não é necessário ter muito dinheiro guardado — e é justamente por isso que a grande maioria dos brasileiros ainda insistem na poupança. 

Entretanto, a renda fixa apresenta excelentes alternativas, pois tem aportes iniciais baixos e possibilidades de ganhos superiores. Sendo assim, antes de começar a investir seu dinheiro por conta própria você deve estabelecer objetivos e metas que deseja alcançar. 

É muito importante pensar nas suas expectativas sobre o retorno financeiro, sem deixar de lado quais são seus objetivos financeiros a curto, médio e longo prazo.

O segundo passo é estudar um pouco mais sobre o seu perfil de investidor. Vale lembrar que o mercado financeiro é composto por diversos cenários. Com isso, não conhecer a fundo o seu perfil pode dificultar sua busca por uma linha que melhor se adeque à sua carteira.

Perfil de investidor: quais os tipos e características?

O perfil de investidor é o produto de uma análise das características de cada indivíduo em relação à sua forma de investir, especialmente quando se trata dos riscos envolvidos em cada modalidade.

Na prática, esse tipo de “estudo” tem por objetivo ajudá-lo a determinar qual a carteira de investimento mais adequada. Afinal, a maneira com que lida com algumas situações poderão determinar o seu perfil, já que isso está intimamente ligado aos seus objetivos e personalidade.

De modo geral, o delineamento do seu perfil pode ser caracterizado a partir de critérios que levam como princípios básicos o comportamento de cada indivíduo em face aos riscos desse tipo de operação.

À vista disso, um investidor pode ser identificado enquanto conservador, moderado ou arrojado. 

Saiba mais sobre cada um deles a seguir.

Conservador

Pessoas enquadradas no perfil conservador tendem a priorizar investimentos mais seguros. Isso significa que existe neste grupo uma predisposição a aplicar de modo diversificado em produtos com baixo risco, sobretudo o tesouro direto, os fundos de renda fixa, CDB, LCI e LCA. Portanto, faz parte da personalidade do perfil conservador a preservação de patrimônio.

Moderado

Diferente do perfil conservador, investidores moderados apresentam uma maior disponibilidade para riscos de longo prazo. De acordo com a circunstância do seu estudo financeiro, é bem possível que resolva investir em produtos mais desafiadores, afinal, sua principal característica é a versatilidade. Portanto, aproveitam o melhor de cada tipo de investimento cuja possibilidade de ganho seja também maior.

Arrojado

Por fim, o investidor arrojado é aquele que considera perdas de curto prazo como um processo momentâneo — e necessário — para garantir um rendimento mais alto em um período mais longo. Com isso, seu objetivo é ter um significativo crescimento em seu patrimônio, principalmente para que lhe permita se aposentar mais cedo e poder viver de renda. 

Mas, atenção: pessoas deste perfil têm um conhecimento prévio de mercado e, portanto, sabem os caminhos necessários para garantir uma boa rentabilidade aos seus investimentos, além de contar sempre com um fundo de reserva para eventuais problemas de curto prazo.

Afinal, como investir R$ 2 mil e quais as melhores opções?

Agora que você já definiu seus objetivos e descobriu a importância de identificar o seu perfil de investidor, está na hora de se informar sobre quais as melhores aplicações disponíveis para um montante inicial de 2000 reais.

Para ajudá-lo nessa tarefa, preparamos algumas opções com boa rentabilidade e segurança. Continue com a gente e veja por onde começar sua carteira de investimentos agora mesmo!

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é uma das principais linhas de investimento da renda fixa. Além disso, este pode ser considerado o investimento mais seguro entre as demais opções, afinal, trata-se de títulos públicos, ou seja, são assegurados pelo Governo Federal, logo, pertence a um credor extremamente confiável. 

Seu funcionamento também é bem simples, até mesmo para os mais leigos sobre o assunto. Isso porque esse tipo de aplicação é uma espécie de empréstimo que os investidores fazem para o Estado. Em contrapartida, são oferecidas taxas de rentabilidade.

Essa captação de recursos do Tesouro Direto pode ser empregada tanto para financiar projetos na área da saúde, educação quanto infraestrutura. 

O melhor exemplo de títulos do Tesouro Direto é o Tesouro Selic. De pequena variação dentro de períodos específicos, seus rendimentos acompanham os índices da taxa básica de juros. 

Nesse caso, considerando que a Selic atual é de 2,0%, o rendimento deste papel também será de 2,0% ao ano. Entretanto, caso haja um aumento do índice, os retornos financeiros também acompanharam essa volatilidade

CDB

Também chamado de Certificado de Depósito Bancário, o CDB é um título de renda fixa emitido por instituições financeiras privadas. Na prática, a taxa de rentabilidade tende a ser pós-fixada, isto é, quando é pago um percentual sobre determinado indicador, como 140% do CDI, por exemplo.

Outro ponto positivo é a segurança dos seus rendimentos. Afinal, o CDB conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para aplicações de até R$ 250 mil. Nesse caso, o limite de ressarcimento global é de até R$ 1 milhão dentro de um prazo de 4 anos.

Isso significa que, caso a instituição emissora do seu título entre em processo de falência, o dinheiro investido está garantido pelo FGC.

No último ano, o rendimento do CDB foi de 4,26%, enquanto o CDI fechou em 5,94%. Em números absolutos, isso significa que o Certificado de Depósito Bancário tem um ganho bruto de +1,68% aplicado em uma rentabilidade de 100% do CDI.

Fundos de Investimentos

Os fundos de investimentos são carteiras de ativos financeiros controladas por gestoras e tem como objetivo captar recursos para determinados setores. Em grande expansão nos últimos anos, sobretudo por conta da queda de juros das aplicações de renda fixa, sua rentabilidade é consideravelmente maior e, por isso, tem atraído mais interessados.

Os fundos podem ser de ações, de curto prazo (títulos públicos prefixados ou privados), renda fixa (ativos de renda fixa prefixados ou pós-fixados), fundos cambiais (moeda estrangeira), dívida externa da União, Fundos Multimercados e Imobiliários.

Por se tratar de um investimento regularizado nos órgãos de fiscalização, essa é uma opção muito segura e de boa rentabilidade para sua carteira de investimentos. No geral, os fundos de investimento são mais indicados para períodos de instabilidade, seja provocado por crises políticas e/ou econômicas. 

Por fim, sua rentabilidade depende de alguns fatores muito importantes, afinal, existem diversas variações que devem ser analisadas individualmente. No entanto, de modo geral é possível ter um rendimento anual superior aos ganhos do CDI, por exemplo.

Saber como investir 2000 reais para aumentar o seu patrimônio, pode parecer uma tarefa difícil. Entretanto, depois de seguir cada um dos processos que apresentamos neste artigo, você poderá ampliar suas possibilidades de atingir quaisquer objetivos no mercado financeiro.

O mais importante é começar. Para isso, nada melhor do que contar com uma empresa especialista no assunto. Aqui na Mais Retorno você encontrará informações para analisar, estudar e aprender muito mais sobre investimentos. Então, aproveite para ler o nosso artigo e descubra como viver de day trade.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Corretora de valores: o que é e como escolher a melhor opção para você
Mercado Financeiro
O que é securitização de uma dívida? Como funciona e para que serve?
Mercado Financeiro
O que é e como funciona o Mercado de Capitais?
Economia
Apertem os cintos…. a renda sumiu!
Mercado Financeiro