Logo Mais Retorno
Bolsonaro sanciona novo marco cambial do BRasil
Economia

Comissão dos EUA pede controle mais rígido sobre fluxos de capital para a China

Comissão dos EUA afirma que chineses buscam capital estrangeiro para financiar ações do Partido Comunista Chinês

Data de publicação:26/11/2021 às 12:44 -
Atualizado 10 meses atrás
Compartilhe:

A Comissão de Revisão de Segurança Econômica EUA-China, do governo norte-americano, pediu controles mais rígidos sobre os fluxos de capital para os mercados do país asiático. Em um relatório anual enviado ao Congresso, a comissão afirmou que uma "onda" de investimentos em algumas empresas "problemáticas" da China gera ameaças à segurança nacional e econômica do país.

Foto: envato fluxos de capital
Cédulas de dólar | Foto: Envato

"Apesar das contínuas tensões EUA-China, os investidores, gestores de ativos e fundos mútuos dos EUA estão aumentando sua participação nos mercados financeiros da China", diz o documento.

De acordo com a comissão, os legisladores chineses buscam capital estrangeiro para financiar objetivos de desenvolvimento tecnológico do Partido Comunista Chinês.

Por isso, a comissão pede que o Congresso considere elaborar uma legislação "abrangente" para garantir que as entidades chinesas alvo de sanção de algum órgão dos EUA sejam automaticamente sancionadas por outros.

Além disso, o documento sugere que os parlamentares expandam a jurisdição das restrições de investimentos existentes nos EUA, bem como o escopo das entidades a serem atingidas por essas restrições. / Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter