Empresa

O conselho de administração da Comgás aprovou a realização da 9ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, com oferta restrita, no valor de R$ 1 bilhão. O vencimento da primeira séria será 15 de agosto de 2031 e da segunda série dia 15 de agosto de 2036.

Foto: Envato
Conselho da Comgás dá sinal verde para a emissão de debêntures no valor de R$ 1 bi - Foto: Envato

Os papéis terão atualização monetária pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e a remuneração, para a primeira série, do maior valor entre 4,50% ao ano ou a variação do Tesouro IPCA+ juros semestrais vencimento 2030, mais 0,55% ao ano.

A segunda série será remunerada ao maior valor entre 4,65% ao ano e a variação do Tesouro IPCA+ Juros Semestrais vencimento 2035 mais 0,60% ao ano.

Segundo a empresa, os recursos captados serão usados na ampliação dos serviços locais de distribuição de gás canalizado e a construção de novas redes de distribuição de gás natural; investimentos para renovação de redes; e investimentos em tecnologia da informação, com previsão de término em dezembro de 2024.

Combustíveis

Integrante do grupo Comgás, a Raízen informou ao mercado neste mês, que celebrou um contrato de compra de ações para a aquisição de 50% da distribuidora paraguaia de combustíveis Barcos y Rodados (B&R) no valor de US$ 130 milhões.

Do valor total, segundo a empresa, US$ 40 milhões serão pagos na data de fechamento e US$ 90 milhões divididos em cinco parcelas anuais.

Como parte da operação a companhia sublicenciará o direito de uso da marca Shell para a B&R, cujos postos passarão a operar progressivamente sob a bandeira Shell.

Além disso, na data de fechamento também será assinado um acordo de acionistas entre a Raízen Energia e os atuais acionistas, que regulará as relações acionárias da B&R. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais