Fundos de Investimentos

A exposição a riscos fiscais ou políticos do País tem levado um número cada vez maior de investidores a buscar opções no mercado internacional, como forma de diversificar a carteira e blindar o patrimônio. Os gestores, por sua vez, para atender a essa faixa de cliente procuram moldar produtos com esse perfil, seja por meio de papel ou fundo.

O BTG Pactual digital, por exemplo, passou a oferecer ao investidor acesso a um fundo de investimentos em ações no exterior, é o Fundsmith GE BTG Pactual ACS FIA IE.

Foto: envato
Investidor terá dinheiro empregado em fundo global de ações - Foto: Envato

Esse fundo vai comprar 100% das cotas do Fundsmith Global Equity, administrado pela gestora britânica Fundsmith, criada pelo famoso gestor Terry Smith, que conta com mais de 42 anos de experiência no mercado. Na prática, o investidor estará investindo em um fundo global de ações com larga reputação na Europa tanto pela expertise do gestor quanto pela sua performance nos últimos 11 anos.

"A incorporação do fundo em nossa plataforma demonstra a força do BTG Pactual em diversificar seu portfólio com produtos diferenciados, trazendo para os brasileiros a possibilidade de acesso a fundos com estratégias de gestores que são referências globais na indústria e bom histórico de rentabilidade", afirma Rafael Mazzer, sócio do BTG Pactual e responsável pelo time de alocação.

Embora a aplicação mínima exigida seja de R$ 1 mil, é necessário que o investidor seja qualificado, ou seja, tenha um total de R$ 1 milhão já empregado no mercado financeiro e de capitais, ou algum certificado de conhecimento do mercado aceito pela CVM. A taxa de administração é de 1% ao ano.

O produto é indicado para investidores interessados em diversificação da carteira a partir da exposição a companhias internacionais. Há a possibilidade de atrelar o produto à proteção cambial ou em dólares.

O Fundsmith Global Equity possui retornos anualizados de 18% a.a. (índice MSCI ACWI +11,6% a.a.) e um acumulado de quase 500% desde o seu lançamento, em 2010.

O fundo tem o objetivo de proporcionar aos seus cotistas, a médio e longo prazo, ganhos de capital por meio do investimento de seus recursos primordialmente no mercado acionário, sem perseguir uma alta correlação com qualquer índice de ações específico disponível.

O portfólio do Fundsmith Global Equity é concentrado em 20 a 30 posições, em Large Caps Globais, empresas com valor de mercado acima de US$ 10 bilhões, com boa liquidez, altos níveis de governança e reconhecimento. Trata-se de um fundo Long Only, ou seja, que não opera com posições vendidas.

Outros fundos globais

Com a mesma finalidade de trazer aos clientes oportunidades de investir em fundos reconhecidos globalmente, o BTG Pactual incorporou em seu portfólio recentemente a possibilidade de investir no fundo Janus Henderson Horizon Global Technology Leaders UCITS.

Trata-se de um dos maiores fundos especializados em tecnologia da Europa, administrado pela gestora britânica Janus Henderson.

Desde 2020, os clientes do BTG Pactual também têm acesso ao Pershing Square Cap Acess FIA IE, um Fundo de Investimentos em Ações no Exterior que compra 100% das cotas do Pershing Square Capital Mangement USD Access FI de Ações Investimento no Exterior.

Esse fundo é administrado pela Pershing Square Capital Management, gestora fundada por Bill Ackman, um dos maiores investidores de todo o mundo.

Imagem do autor

Editora do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Fundos de Investimentos
Fundos de Investimentos
Fundos de Investimentos
Fundos de Investimentos
Veja mais Ver mais