Empresa

A BRF, a maior exportadora de carne de frango do mundo, reportou lucro líquido de R$ 22 milhões no primeiro trimestre de 2021, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 12, em seu balanço patrimonial. A companhia havia registrado prejuízo de R$ 38 milhões no mesmo período do ano passado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) foi de R$ 1,2 bilhão, em linha com os três primeiros meses de 2020, quando a empresa ainda não sentia os efeitos da pandemia. 

Maior exportadora de carne de frango do mundo, a BRF vendeu 1,1 milhão de toneladas de alimentos no trimestre - Foto: Divulgação

Com receita líquida superior a R$10,6 bilhões, valor 18% maior do que o reportado entre janeiro e março de 2020, a empresa comercializou 1,1 milhão de toneladas de produtos alimentícios. O custo dos produtos vendidos aumentou 25,4%, devido à alta dos custos com ração, enquanto o preço médio teve avanço de 20,2%. Assim, o lucro bruto recuou 2,6% para R$2,2 bilhões com margem bruta de 20,7%. 

A maior parte das vendas da BRF ocorreu no Brasil, onde a empresa enfrenta um aumento nos custos com ração, o que comprimiu as margens brutas no último trimestre.

A geração de caixa operacional da empresa no trimestre foi de R$ 1,4 bilhão e o luxo de caixa livre totalizou R$707 milhões, apesar do aumento dos investimentos de capital e impacto cambial sobre o endividamento. 

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais