Mercado Financeiro

A Bolsa de Valores comunicou que fará a emissão de um Sustainability Linked Bond (SLB) no valor de US$ 700 milhões e passa a se comprometer financeiramente com o cumprimento de metas ligadas à sustentabilidade.

Foto: Envato
Com o lançamento do bond sustentável, B3 pretende caminhar em ações atreladas a ESG nos próximos anos - Fonte: Envato

Segundo a B3, a Bolsa brasileira se tornou a primeira do mundo a emitir esse tipo de produto no mercado de capitais. Além disso, de acordo com a instituição, também é a primeira empresa brasileira a emitir um SLB no exterior com metas exclusivamente sociais.

Os bonds sustentáveis são instrumentos de dívida que têm como objetivo fazer com que o emissor alcance metas de sustentabilidade, monitoradas periodicamente. Esses títulos podem ter suas características financeiras alteradas dependendo do atingimento ou não das metas pré-estabelecias nas datas determinadas para verificação.

Isso significa que, em caso de não cumprimento, o investidor passa a receber uma remuneração maior do que a combinada no momento do lançamento do título, aumentando assim o custo para o emissor.

O bond emitido pela B3 - título de renda fixa ligado à sustentabilidade - com prazo de 10 anos será destinado apenas para investidores institucionais qualificados residentes no exterior.

A remuneração do papel, distribuído aos investidores qualificados residentes no exterior, será de 4,125% ao ano, com metas de sustentabilidade que poderão influenciar nas taxas de juros da dívida em caso de não atingimento.

Entre os compromissos previstos no SLB, de acordo com a B3, estão a criação de um índice de diversidade para o mercado brasileiro e o aumento de mulheres em cargos de liderança dentro da Bolsa.

Sustentabilidade

Para Ana Buchaim, diretora-executiva de Pessoas, Marketing, Comunicação e Sustentabilidade da B3, o avanço em ações atreladas a ESG é uma prioridade da Bolsa para os próximos anos.

" É urgente que esse tema deixe de ser um objetivo e se torne uma prática. A melhor maneira de consolidar esse compromisso é vinculá-lo a metas e impactos financeiros”, destacou a executiva.

A evolução de cada uma das metas será publicada todos os anos no Relatório Anual da B3, segundo a instituição, que é auditado de maneira independente e traz também informações sobre outras práticas ESG da companhia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais