Empresa

A empresa de cashback e cupons de desconto Méliuz reportou receita de R$ 52 milhões de reais no primeiro trimestre de 2021, valor 20% superior ao obtido entre outubro e dezembro do ano passado. Em relação ao mesmo período de 2020, o crescimento é de 64%. Os resultados operacionais são satisfatórios, dados os fatores de sazonalidade desfavoráveis, de acordo com análise da corretora XP, que atribuiu a queda anual de 51,2% do lucro às despesas de terceirização e manteve a recomendação de compra ao preço alvo de R$ 41. 

A receita líquida saltou 63,7%, a R$ 51,81 milhões e a startup abriu 2,4 milhões de contas no período, média de 27 mil por dia. O número representa alta de 226% dos usuários ativos, que agora correspondem a 7,1 milhões. 

Foto: Divulgação

O volume bruto de mercadorias cresceu 93% em relação aos três primeiros meses de 2020 e atingiu R$ 2,9 bilhões. A solicitação de cartões aumentou 19 vezes em um ano, a 4,5 milhões. 

Os lucros antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda) caíram 49% para R$ 4,9 milhões, com margem de 9,5%. As despesas com cashback cresceram 45% e atingiram R$ 21,2 milhões, enquanto as de marketing saltaram de R$ 300 mil no mesmo período de 2020 para R$ 7 milhões. Custos com pessoal, que quase dobraram, foram de R$ 7,8 milhões.  

O número de funcionários cresceu 56% para 244, sem contar com as empresas adquiridas - Picodi, Acesso Bank, Bankly, Promobit e MelhorPlano.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais