Open Nav

Viés do Humor Sobre a Memória

O que é o Viés do Humor Sobre a Memória?

Viés do Humor Sobre a Memória é o nome dado a um tipo específico de viés cognitivo, cuja característica principal é narrar a nossa tendência, como seres humanos, de termos a memória afetada pelos nossos estados emocionais atuais.

É esse viés que explica o porquê de você ter tido aquele branco durante a prova mais importante da sua vida, ter ficado embasbacado após uma pergunta do seu chefe ou, ainda, falhado em se explicar diante de um parceiro nervoso.

Você estudou o conteúdo da prova, passou horas debruçado sobre aquele projeto e nem sequer mentiu para a(o) namorada(o), mas mesmo assim a sua memória se recusa a cooperar quando você mais precisa dela. Por que será?


Por que o Viés do Humor Sobre a Memória existe?

A resposta está em milhões de anos de evolução do animal humano. Mas calma, que ela é bem simples (a gente não ia te lembrar de todos aqueles termos chatos de Biologia que você odiava no Ensino Médio, sério!).

Quando nos encontramos em uma situação ameaçadora (como o olhar de raiva do tal parceiro), nossos instintos de luta ou fuga são ativados. É como se estivéssemos na floresta, diante de um leão faminto pronto para nos devorar.

O seu corpo, através de uma combinação hormonal na qual a adrenalina está MUITO presente, logo se prepara para lutar ou para fugir. Em Bom Português, para atacar ou "meter o pé". Seja qual for o caso, o seu corpo será bem exigido, assim como a energia que você já tem armazenada.

Logo, o seu cérebro entra em modo de sobrevivência.

Para que você vai querer "desperdiçar" energia naquele momento com digestão, por exemplo, sendo que se você falhar não vai ter nada para digerir (e sim será digerido). Esse é o motivo, aliás, de termos o famoso "frio na barriga" quando nervosos.

Da mesma forma, trazendo para o nosso viés do momento, para que você vai querer ficar pensando no passado se toda a sua atenção deve estar focada no presente? Imagine pedir dois minutos para o leão para divagar sobre a outra vez em que você foi atacado e uma linda borboleta passou por você durante a fuga, pousou em um galho, com lindas flores na pont... Desculpe, você acaba de ser devorado.

Assim, sob forte carga emocional, a memória tende a ser suprimida, a nossa atenção no presente entra em foco e toda sorte de informação inútil para a fuga ou para o ataque tende a desaparecer momentaneamente.

Contudo, como o seu chefe não é um leão feroz (embora pareça) e não há nada que você faça com seu corpo para encerrar o ciclo de luta ou fuga, o comum é que o nível de ansiedade aumente. Afinal, você precisa de uma informação (mesmo que não essencial para a sua sobrevivência) e não acessá-la é frustrante.

Resultado: mais nervosismo e mais adrenalina, em um ciclo ansioso quase infinito... Pelo menos até que o fiscal da prova avise que o seu tempo acabou e a culpa entre em cena.

Como o Viés do Humor Sobre a Memória interfere na sua vida financeira?

Não bastasse colocar a sua carreira acadêmica, o trabalho e o relacionamento em risco, o Viés do Humor Sobre a Memória também ameaça as suas finanças.

Pense naquelas pessoas que se sentem extremamente nervosas ao ver um vendedor se aproximar. É possível que você seja uma delas, inclusive. Elas sabem que não possuem firmeza suficiente para negar a sua oferta de produtos, então o instinto de luta ou fuga é ativado.

"Eu saio correndo ou o enfrento?", o seu cérebro cogita. (In)Felizmente sair correndo de uma loja como o Usain Bolt não é uma coisa socialmente aceita (oi, viés da desejabilidade social!).

Assim, com adrenalina transbordando e a memória afetada, ela tem poucos argumentos para rebater a oferta do vendedor. Muito menos consegue se lembrar que o seu orçamento não comporta mais uma "blusinha".

Logo, para se livrar da imensa pressão, ela cede e compra. No caixa, é a mistura do alívio por se livrar do leão, quer dizer, vendedor, e a recompensa de uma peça de roupa nova. Possivelmente, logo ela será atingida pela racionalização pós-compra também e justificará o gasto com alguma alegação fajuta.

Felizmente, temos uma pílula mágica para curar o Viés do Humor Sobre a Memória, que uma vez ingerida te livra dela para todo sempre.

Mentira, não temos.

A única solução conhecida para amenizar a sua influência é trabalhosa: desenvolver controle emocional, sendo capaz de ficar calmo mesmo quando a loja parece o seu local de abate.

Mas antes de reclamar que demora demais, ninguém merece etc. se lembre que muito mais árduo deve ser trabalhar para pagar coisas das quais você não precisa. A não ser, é claro, que você queira ser presa comercial para o resto da vida.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados