O que é Treasury Note?

Uma Treasury Note é, em tradução livre, uma Nota do Tesouro. Esse é um título de dívida emitido pelo governo dos Estados Unidos e compõe o grupo dos Treasuries, nome dado aos títulos públicos estadunidenses.

A sua principal característica é a duração entre um e dez anos, além de oferecer uma taxa de juros fixa. Ou seja, trata-se de um título de renda fixa com rentabilidade prefixada. A Treasury Note também é popularmente chamada pela abreviação T-Note.

Treasury Note x títulos públicos brasileiros: qual a diferença?

A essência dos títulos públicos estadunidenses (os Treasuries) é a mesma dos títulos públicos brasileiros. Ou seja, estamos falando da emissão de dívida por parte do governo com intuito de captação de dinheiro.

Esses valores arrecadados por meio de investidores interessados em adquirir os papéis serão utilizados para lidar com a dívida externa, investimentos em infraestrutura (como escolas, hospitais, etc.) ou outras finalidades essenciais para o funcionamento do país.

Naturalmente que, além do nome, existem algumas diferenças entre o cenário estadunidense e o brasileiro, tanto do ponto de vista de qualidade de vida como principalmente do que se chama de Risco País.

Os Estados Unidos estão entre os países considerados mais seguros do ponto de vista econômico. Não por acaso, o dólar é justamente a principal moeda global e, portanto, em períodos de crise os investidores optam por aportar seu capital em ativos associados aos EUA.

Já o Brasil vive um cenário diferente, com alta instabilidade política e econômica. Isso significa que há maior risco para o investidor e isso deve ser ponderado.

Em função disso, espera-se que os títulos públicos brasileiros ofereçam rentabilidade mais atrativas do que os títulos públicos americanos, como é o caso da Treasury Note. É a clássica relação entre risco e retorno.

Como funciona a Treasury Note?

Não é apenas em relação à rentabilidade que existem diferenças entre adqurir uma Treasury Note ou acessar a plataforma do Tesouro Direto e comprar títulos de dívida brasileiros, como as LFTs ou a NTNs disponibilizadas pelo Tesouro Nacional.

Outro ponto interessante sobre a Treasury Note é que o investidor pode tentar comprar os seus papéis de duas formas:

Além disso, conforme mencionamos anteriormente, existem diferentes prazos para o vencimento. Eles podem ser de um, três, cinco, sete ou dez anos. Há também o pagamento de juros semestral (cupom) ao longo do tempo.

Vale a pena investir em Treasury Note?

A Treasury Note é um ativo muito popular entre investidores que optam por segurança. Esse é, afinal, um título de dívida emitido por um governo cuja economia é considerada uma das mais seguras do mundo.

Na prática, você está "emprestando" seu dinheiro com um risco de crédito muito baixo. Por outro lado, claro, a rentabilidade é bem menor do que países com maior risco.

Além disso, a Treasury Note oferece uma excelente liquidez no mercado secundário, permitindo aos investidores que negociem o ativo ao longo do tempo.

Trata-se, portanto, de uma excelente opção de renda fixa dependendo do objetivo e do perfil do investidor. No entanto, por ser uma taxa prefixada, é essencial estar atento ao cenário econômico. Não há acompanhamento das eventuais flutuações das taxas de juros, algo que, de qualquer forma, ocorre com menor volatilidade em países estáveis (como os Estados Unidos).

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Liquidez

O que é liquidez? A liquidez é uma medida utilizada para determinar a facilidade e a velocidade com que o investidor consegue se desfazer de um…

Veja outros termos