O que é Strangle?

Strangle é uma estratégia utilizada pelos investidores no mercado de opções. O objetivo é executar duas operações com a mesma data de vencimento. No entanto, os preços de exercício devem ser diferentes, exatamente o que irá garantir a chance de lucro com a técnica.

As operações podem ser tanto posições compradas (Long), como também posições vendidas (Short). Você entenderá a lógica na sequência do texto.


Como funciona o Strangle?

O objetivo do Strangle, assim como o Straddle, está em aproveitar a volatilidade de um ativo. Isso significa que não há necessidade de acertar a direção, mas sim se haverá um descolamento do preço atual.

Em resumo, existem duas operações principais que podem ser executadas. Vamos entendê-las na sequência.

Long Strangle

O Long Strangle é a posição em que o investidor opera comprando opções de compra ou venda de um ativo. Nesta técnica, não importa se o preço irá subir ou cair, mas sim que exista volatilidade.

Isso é importante porque, para existir lucro, é essencial que exista um descolamento do preço no momento da abertura da posição no mercado de opções. Se a variação for muito baixa, não será suficiente para gerar ganho de capital.

Vamos a um exemplo. Suponha que um ativo custe R$100 na data de hoje. Assim, você poderia abrir duas posições: uma call (direito de compra) a R$120 e uma put (direito de venda) a R$80. Suponha ainda uma quantidade total de 100 opções.

Agora, temos diferentes cenários para analisar na data de vencimento das opções. Vamos a eles:

Short Strangle

A outra estratégia que pode ser utilizada no mercado de opções é justamente o inverso. Ou seja, o investidor deve empregá-la quando entender que não há uma tendência de alta volatilidade para o preço do ativo.

O objetivo, portanto, é que o valor de mercado não se desloque muito em relação ao inicial. O problema aqui é que, por ser uma posição Short, não há limite de perdas. Portanto, temos uma operação de maior risco.

Como a posição é inversa, podemos olhar para o mesmo exemplo anterior, mas invertendo a ótica. Ou seja, você vai lançar as opções ao invés de adquiri-las. Portanto, a depender do cenário, o dono das opções irá exercer o seu direito ou não exatamente de acordo como vimos no Short Strangle.

O único problema é que, se na operação Long você tem um prejuízo limitado, aqui a limitação será do lucro potencial. Portanto, cabe ao investidor entender a fundo seus riscos.

Straddle x Strangle: qual é a diferença?

Straddle e Strangle são duas operações para o mercado de opções e, de maneira geral, oferecem lógicas similares. A principal diferença está no preço de exercício.

Como vimos, o Strangle utiliza de preços de exercício diferentes. Isso ajuda a minimizar um pouco os riscos em relação ao Straddle. No entanto, gera também um ganho potencial reduzido como consequência.

Vale reforçar que o mercado de opções é extremamente volátil. Portanto, você deve conhecer bem os riscos antes de iniciar qualquer tipo de posição, independente da estratégia preferida.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Mão Invisível

Você já viu alguém falar na mão invisível do mercado, mas não sabe o que é? Confira o significado desse termo!

Veja outros termos