Última modificação em 17 de agosto de 2020

O que são as sardinhas do mercado financeiro?

Sardinha é a forma de se referir a um tipo específico de investidor no mercado financeiro, que individualmente tem pouquíssima influência sobre a flutuação das cotações, mas que em grupo (isto é, seguindo determinado comportamento junto a outros investidores "sardinhas") torna o seu movimento mais notável no mar aberto que é a Bolsa de Valores.

O uso da sardinha como analogia para um perfil de investidor segue uma tendência já conhecida ao se analisar o mercado: associar as suas figuras e os seus comportamentos a elementos do mundo animal.

Lembra o urso do bear market? Ou o touro do bull market? Sem falar na manada que compõe o efeito adesão, os abutres, os tubarões... Ufa! Haja criatividade para tantas associações. Nós aqui do Mais Retorno já chegamos até a publicar um artigo completo com a missão de organizar essa "selva na sua cabeça (para acessar, clique aqui).

Mas que bom que já estamos falando em tubarões, pois ele tem uma importante relação com as sardinhas: nesse contexto eles representam uma espécie de "reis dos mares" financeiro. Como um grupo composto essencialmente por instituições financeiras (bancos, fundos de investimentos e afins), eles movimentam o mercado através dos enormes volumes de capital que transacionam.

Sozinhos, os tubarões são capazes de provocar uma grande agitação, visto que ao desenvolver estratégias agressivas antecipam tendências que o comportamento de manada das sardinhas não as permite ver. No final das contas, isso rende aos tubarões lucros maiores, enquanto muitas sardinhas acabam morrendo (abandonando a Bolsa por conta de seus prejuízos) ou desfrutando de uma parcela mínima de ganhos.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Plano Cruzado

O que foi o Plano Cruzado? O Plano Cruzado foi um ajuste do governo federal implantado em 1986 para tentar controlar a economia ante o aumento…

Veja outros termos