Logo Mais Retorno
termos

Bear Market

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:06/02/2019 às 13:54 -
Atualizado 3 anos atrás
Compartilhe:

O que é bear market?

Bear Market é o termo em inglês que caracteriza um estado no qual um título, setor ou mercado, já em queda, sofre com a expectativa geral de cair ainda mais.
Chamado também de mercado do urso (em tradução livre), é, sobretudo, um estado de pessimismo generalizado.

Ou seja, não importa o quanto o valor do ativo já tenha caído - o seu descrédito perante os demais agentes econômicos continua puxando-o para baixo.

O bear market é o fenômeno oposto ao bull market.

Como o bear market funciona?

A definição padronizada do bear market diz que ele representa os ativos (ações, bens, títulos) cujo valor tenha caído mais de 20%, em relação a uma alta anterior dessa mesma magnitude.

Para ser usado em um contexto generalizado, ou seja, à nível de mercado, precisa ter atingido 80% ou mais dos títulos.

No entanto, apenas números não são suficientes para definir o bear market.

Não basta atingir os 20%, e ponto.

Lembre-se: é um processo, em que investidores, empresas e todos os demais membros da sociedade se envolvem em um profundo pessimismo.

É verdade que nenhum ativo sobe ou desce infinitamente, sem parar nunca.

Nesses casos de bear market, entretanto, ninguém sabe quando o chão vai chegar. O que se sabe é que ele não está próximo, podendo demorar meses ou até anos para que a tendência se reverta.

E por que isso acontece? Porque o bear market se alimenta de si mesmo.

Entenda: uma queda inicial no valor dos ativos gera certo temor nos investidores. Tomados pela emoção, eles se desfazem dos seus papéis. Esse movimento acaba por derrubar os preços ainda mais, em ciclos sucessivos.

O bear market extrapola também os limites do mundo dos investimentos.

Quando atinge escala geral, há a redução no número de empregos, nas expansões empresariais e até no Produto Interno Bruto. Crescimento mesmo só nas taxas de juros.

Qual é a diferença entre bear market e o bull market?

Bear market e bull market são estados opostos.

Enquanto o primeiro está relacionado com quedas e pessimismo, o segundo, com altas e otimismo.

O bull market é uma condição de preços subindo (tanto em ativos, quanto em mercados), com expectativa de crescer ainda mais.

E está tão intimamente ligado ao bear market que o início de um decreta o fim de outro. E vice versa.

Por exemplo, os Estados Unidos, como um mercado, acabam de passar por um bull market de mais de uma década. No entanto, alguns especialistas acreditam que a Economia já dê indícios de declínio e de um novo bear market a caminho.

A delimitação não é precisa. Um vai se transformando lentamente no outro, como numa metamorfose financeira.

O touro (em referência ao bull) e o urso são tão representativos que se tornaram, inclusive, os maiores símbolos do mercado financeiro, como referência aos seus movimentos ascendentes e descendentes de ataque.

Esculturas em alusão aos dois animais são encontradas em diversos centros econômicos pelo mundo, como na Bolsa de Frankfurt e Wall Street.

 

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Mais sobre

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados