Open Nav Logo Mais Retorno

S. Druckenmiller

Quem é Stanley Druckenmiller?

Stanley Druckenmiller é o nome de um proeminente investidor estadunidense, que alcançou uma posição de destaque no mercado financeiro especialmente pelas estratégias adotadas como gestor de fundos de investimentos.

Nascido em 1953, no estado da Pensilvânia, Druckenmiller se graduou em Língua Inglesa e em Economia pela Bowdoin College. O mesmo poderia ser ainda PhD neste último, não tivesse aceitado um cargo como trainee no banco PNC Financial Services e largado o programa da Universidade de Michigan já no primeiro ano.

Quatro anos após entrar no PNC, o economista fundou o seu próprio negócio: a Duquesne Capital Management. Nela, atuando como um gestor de hedge fund, Druckenmiller dividiu o seu tempo assumindo ainda outras funções de liderança na empresa Dreyfus Corporation.

Contudo, o ponto alto de sua carreira (isto é, o pontapé que lhe rendeu grande parte da notoriedade que ele alcançara - e mantera - nas décadas seguintes) foi a sua contratação pelo Quantum Fund.

O fundo criado pelo megainvestidor George Soros rendeu-lhe participação em alguns dos maiores pontos de reconhecimento do bilionário húngaro - inclusive quando este se tornou conhecido como o homem que “quebrou” o Banco da Inglaterra.

Quer saber mais detalhes sobre a parceria Druckenmiller-Soros e o que Druckenmiller faz atualmente? É exatamente sobre isso que trataremos no próximo tópico. Vamos lá!


Como Stanley Druckenmiller ganhou notoriedade no mercado financeiro?

Com Stanley Druckenmiller focando principalmente nas variações do câmbio e nas oportunidades de curto prazo, as taxas de retorno do Quantum Fund cresceram rapidamente.

Em 1992, o economista foi peça importante no que se conhece hoje como Quarta-feira Negra.

Até aquele momento, existia um cenário de câmbio fixo na Inglaterra, onde a libra esterlina era mantida artificialmente pelo Tesouro Nacional - especialmente quando a predileção de desvalorização da moeda "exigiu" que o Tesouro comprasse ainda mais dela para elevar o seu preço.

A estratégia montada por Druckenmiller e seguida por Soros, que investiu todo o patrimônio do fundo nesse trade e ainda o alavancou, era a seguinte: vender enquanto a moeda ainda tinha um preço elevado para voltar a comprá-la quando o valor caísse a pique. Assim, se lucraria com a diferença.

A estimativa é que, apenas com esse movimento, Soros e Druckenmiller tenham lucrado para o Quantum mais de 1 bilhão de dólares em uma única tacada.

O sucesso da parceria se manteve consistente até 2000, quando Druckenmiller deixou o Quantum após equívocos no que tangia ao investimento em empresas de tecnologia.

Até 2010, ele se dedicou então integralmente à Duquesne. Desse ano em diante, contudo, o fundo foi transformado em family office, uma organização que se dedica a administrar bens de famílias de alto capital.

Dessa forma, entende-se que o economista voltou as suas habilidades como gestor para o seu próprio patrimônio familiar.

Além disso, os seus trabalhos filantrópicos cresceram, a ponto de ser reconhecido como o maior doador para a caridade de toda América, em determinados anos.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados