Quem é Robert Shiller?

Robert Shiller coleciona diversos feitos em sua carreira como economista. Ele é professor acadêmico, autor de variados livros, colunista e foi presidente de entidades do setor nos Estados Unidos.

Em 2013, Robert Shiller foi agraciado com o Prêmio Nobel de Ciências Econômicas em conjunto com Eugene Fama e Lars Peter Hansen. Por conta dos estudos de análise e publicações sobre crises e volatilidade do mercado financeiro, é considerado um profissional influente sobre os rumos da economia.


Biografia de Robert Shiller

Robert Shiller nasceu em 1946, na cidade de Detroit, nos Estados Unidos. Depois de concluir os estudos em economia na Universidade de Michigan, ele se mudou para o Massachusetts Institute of Technology, em Cambridge. Lá, concluiu seu Ph.D. em economia no ano de 1972.

Robert Shiller trabalhou em diversas instituições renomadas, como:

Ele também foi associado à Universidade de Yale, no estado de Connecticut, a partir de 1982. Em 1992, ele foi co-fundador da Case Shiller Weis, Inc., juntamente com Karl E. Case e Alan Weiss. A empresa avaliava os índices do comportamento dos preços no mercado imobiliário.

Shiller ganhou ainda mais prestígio pelos estudos e opiniões que indicavam uma possível bolha no mercado imobiliário antes que ela realmente viesse a estourar. Atualmente, a nova previsão do economista é sobre a saturação do mercado de bitcoins.

Livros de Robert Shiller

Ele foi autor e co-autor de publicações sobre diferentes áreas dentro da economia. Entre os temas abordados em suas obras estão: mercados financeiros, inovação financeira, economia comportamental, macroeconomia, imóveis, métodos estatísticos e opiniões e julgamento moral sobre os mercados.

Algumas das publicações de Robert Shiller são:

Ele também escreveu outro livro com Akerlof, o Phishing for Phools : The Economics of Manipulation and Deception, lançado em 2015. Shiller também foi colunista do Project Syndicate e The New York Times.

Ele ainda foi presidente e vice-presidente da Associação Econômica Americana e Associação Econômica Oriental.

Prêmio Nobel

Na década de 1960, o economista Eugene Fama indicou que o movimento do valor das ações não poderia ser previsto no curto prazo. No entanto, nos anos 1980, Robert Shiller também analisou o comportamento do mercado e observou que os preços das ações só poderiam ser previstos em um período mais longo, depois de muitos anos.

Além disso, os preços das ações flutuaram mais do que os dividendos corporativos. Neste cenário, Robert Shiller considerou que o mercado se mostra de forma ineficiente.

Em 2013, Robert Shiller, Eugene Fama e Lars Peter Hansen foram condecorados com o Prêmio Nobel em Ciências Econômicas.

De acordo com o site do Prêmio Nobel, o trabalho dos três economistas traz um entendimento sobre o preço dos ativos, que envolve aspectos como flutuações de risco e atitudes de risco, e em parte, em vieses comportamentais e atritos de mercado. Segundo a instituição, a motivação do agraciamento foi “pela análise empírica dos preços dos ativos”.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…