O que é resultado bruto?

Para verificar a saúde financeira de uma empresa é preciso considerar os diferentes indicadores presentes no Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE). O resultado bruto é um dos mais relevantes. 

Também conhecido como lucro bruto, o resultado bruto é uma métrica contábil usada para medir o lucro que uma empresa gera a partir das suas atividades principais.

Para calculá-lo é preciso analisar os custos variáveis que afetam diretamente a prestação de serviços ou a produção da empresa. Por isso, esse resultado também pode ser chamado de lucro operacional, já que não corresponde ao lucro final da empresa.

A matéria-prima utilizada na produção de artigos chinelos é um exemplo de custo por unidade. Quanto mais calçados essa indústria produzir mais insumos gastará, portanto, maior será o custo variável.

Vejamos como fazer esse cálculo:

Para obter o lucro bruto é preciso aplicar a seguinte fórmula:

Lucro bruto = receita total - custos variáveis.

Logo, no nosso exemplo:

Lucro Bruto = 100 x 15 - (100 x 5 + 100 x 2) = 800 reais. 


Qual a diferença entre resultado bruto e resultado líquido?

O lucro operacional serve como um indicador da lucratividade potencial de um negócio uma vez que remove todos os fatores estranhos do cálculo. 

De fato, somente as despesas necessárias para manter o negócio funcionando estão incluídas, razão pela qual o lucro operacional não considera a depreciação e amortização de ativos relacionados. 

O lucro operacional é, portanto, diferente do lucro líquido, que pode variar de ano para ano caso a empresa cresça ou se contraia no mercado. Para calcular o resultado líquido é preciso considerar todos os custos da empresa, sejam eles fixos ou variáveis.

Os custos fixos são os valores que a empresa paga para que possa produzir e que não variam devido ao aumento ou diminuição da produção. Aluguel de máquinas e equipamentos, salário de funcionários do setor administrativo e impostos fixos como IPTU servem de exemplo. 

Analisar o resultado bruto e o líquido permite entender como a empresa está operando em um determinado período. Embora o lucro operacional positivo possa expressar o potencial de lucro geral de uma empresa, não garante a sua lucratividade. 

De fato, esse resultado pode indicar que, embora a empresa consiga produzir de forma lucrativa, precisa reduzir custos fixos para que possa dar lucro. No entanto, caso esse custo fixo possa ser reduzido, a empresa passará a ser lucrativa. Caso não possa, a empresa deverá mudar o seu processo operacional para cortar custos. 

Já um resultado bruto negativo indica que a empresa está passando por problemas e que não é capaz de gerar lucro, ou seja, está operando no vermelho. Isso pode ser causado pela ineficiência da produção ou pelo recuo do mercado consumidor. 

Esse cenário é preocupante, uma vez que pode indicar que a empresa não é um bom investimento e pode precisar de capitalização para que não precise encerrar as suas atividades.

Para capitalizar uma empresa pouco lucrativa, no entanto, é preciso analisar se essa organização será capaz de gerar lucros no futuro. Para isso é fundamental observar o lucro operacional da empresa, o que indicará que se a produção é ou não lucrativa. 

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Lei Kandir

A Lei Kandir foi uma das iniciativas do legislativo para incentivar a exportação, porém, causou muita polêmica. Saiba mais!