Open Nav

Paralogismo

O que é um Paralogismo?

Paralogismo é o nome dado a um tipo de argumento que, embora tenha uma forte aparência lógica, é considerado equivocado quando analisado racionalmente. Ou seja, o paralogismo é um raciocínio que parece verdade, mas não é verdade. Uma mentira tão bem contada que nem sequer percebemos que se trata de um erro.

Mas por que estamos falando sobre isso por aqui? Por que não deixar os

paralogismos reservados aos estudiosos da Filosofia e aos amantes de Aristóteles (ele é considerado o pai da lógica, lembra?)? Porque, como vamos perceber, ele tem influência direta na maneira como agimos no nosso dia - e, inclusive, na maneira como administramos o nosso rico dinheirinho.

Primeiramente, precisamos realizar dois esclarecimentos.

Aqui no Mais Retorno, na maioria das vezes em que tratamos de paralogismos, não tratamos de pessoas usando esse recurso como uma forma de nos "passar a perna". Na verdade, a nossa principal abordagem tem como objetivo te ajudar a identificar o maior contador de paralogismos da sua vida: o seu próprio cérebro.

Vamos concordar que o coitado lida com um turbilhão de estímulos a cada segundo, certo? É tanta coisa para processar, tantas informações vindas do mundo à sua volta, que a melhor forma encontrada para economizar energia foi automatizar o máximo de processos possível. 

Assim, você tira conclusões rápido e não gasta muito da sua "cachola" pensando sobre cada detalhe. Imagine ter que refletir a cada piscada ("eu deveria piscar agora? Qual é o melhor intervalo de tempo entre uma piscada e outra?"). Seria uma loucura! Para evitar isso, esse e outras necessidades foram colocadas no automático - inclusive julgar a realidade que te cerca e as decisões a serem tomadas segundo a segundo.

O problema é que, às vezes, as suas conclusões são baseadas em paralogismos: o cérebro toma algo como verdade apenas porque parece verdade e te conta essa mentira. 

Mas você se lembra que tínhamos dois esclarecimentos a fazer? Bom, o segundo deles é que ele não faz por mal. Ele não pensa em ferrar a sua vida. É apenas um ônus na (árdua!) função de te manter vivo. 

Infelizmente, como ninguém nunca te contou sobre isso, você foi incapaz de perceber os paralogismos escondidos nos seus julgamentos - e muito menos de corrigi-los ou mitigá-los.

Como os Paralogismos interferem no seu dia a dia?

A principal forma pela qual os paralogismos se expressam na prática é através dos chamados vieses cognitivos. 

Um viés cognitivo é justamente o nome dado a essa falha durante o processamento de informações feita pelo cérebro, que cria os paralogismos que contamos a nós mesmos. 

Existem diversos tipos de viés. Alguns estão influenciando a nossa memória (como é o caso do Viés da Emoção Desbotada e a Rosy Retrospection) e a nossa percepção de risco (Viés de Risco Zero, Compensação de Risco, etc.). Outros, a nossa autopercepção (como o Viés Egocêntrico e Viés da Atribuição de Traço Pessoal) e planos para o futuro (Lacuna de Empatia, Viés de Projeção etc.). 

Isso significa que, a seu modo, cada um deles está nesse exato momento te levando a tomar decisões prejudiciais para si mesmo, para as pessoas à sua volta e para o mundo, de modo geral.

Como vencê-los? Bom, não há outra forma que não conhecendo-lhes. Em cada artigo completo sobre cada um dos vieses, aqui no Mais Retorno, incluímos algumas dicas de como identificá-los na sua própria vida e combatê-los.

Mas já adiantamos: é um trabalho de formiguinha, realizado dia após dia. Não é receita de bolo. Até porque a cada dia novos paralogismos surgem e, como o campo de batalha é tão vasto quanto o próprio universo (parafraseando o Poema das Sete Fases), não há estratégia mais eficaz. Dividir para conquistar, lembra? Nem que seja a sua própria (ir)racionalidade.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados