Open Nav

Overweight

O que é Overweight?

Dentro do Mercado Financeiro, existem inúmeros jargões e expressões bastante conhecidas que podem confundir um pouco o investidor iniciante. É o caso, por exemplo, do termo Overweight.

Em uma tradução literal para o português, esse termo significaria "acima do peso". No entanto, ao falar sobre o universo financeiro, claramente não se trata de uma questão de massa, mas sim um termo relacionado à recomendação ou não de um ativo.

Enquanto na nossa vida pessoal estar "acima do peso" pode ser algo ruim, indicando a necessidade de uma dieta, no Mercado Financeiro essa expressão é uma sinalização otimista: uma tendência positiva em relação a um índice de referência.


Onde encontrar o termo Overweight?

 

Você encontrará referências ao Overweight especialmente em relatórios produzidos pelas corretoras. Esses documentos são preparados por instituições do segmento financeiro visando oferecer suporte ao investidor.

Desta forma, com base em opiniões de especialistas de mercado, o iniciante pode se sentir mais confortável em comprar ou vender um ativo. São as famosas recomendações.

Dentro desses documentos e relatórios, as empresas incentivam também seus clientes a tomar ações dentro do Mercado Financeiro. E é por isso que surgem as expressões de recomendação que podem ser divididas em dois grandes grupos:

  • Recomendações absolutas
  • Recomendações relativas

Recomendações absolutas

As recomendações absolutas são feitas tendo como base o próprio ativo em análise e o seu comportamento. Ou seja, o analista irá tomar como base o desempenho de mercado e o seu potencial de valorização (ganho de capital) ou desvalorização (perda de capital).

Repare que, neste sentido, o foco está sobre o próprio ativo. Pensando nos fatores que influenciarão o Mercado Financeiro, um analista poderá recomendar três tipos de atitude ao leitor do relatório: compra (buy), de venda (sell) ou até manutenção (hold).

Quando falamos sobre Overweight, não estamos no grupo de recomendações absolutas. Portanto, vamos focar agora no outro tipo de recomendação que você pode encontrar nos relatórios.

Recomendações relativas

Como o próprio nome já indica, as recomendações relativas apresentam algum parâmetro de comparação. Não fosse assim, como seria possível ter uma opinião relativa a algo, não é mesmo?

No caso do Mercado Financeiro, uma análise relativa costuma envolver um índice de acompanhamento. Esses índices nada mais são do que referenciais que permitem uma avaliação se o ativo irá desempenhar acima ou abaixo da "média" do mercado.

Se a análise de um relatório é sobre ações, por exemplo, é normal que a referência seja o Ibovespa, um índice que engloba uma carteira fictícia dos ativos mais negociados na Bolsa de Valores.

Assim, você pode encontrar recomendações envolvendo compra, venda e manutenção dos ativos, mas desta vez considerando o seu potencial desempenho em relação ao seu benchmark.

Como funciona a recomendação Overweight?

Agora que você já sabe como funciona uma avaliação relativa, podemos entender de uma vez por todas a recomendação Overweight. Basicamente, ela aparece para fazer menção a um ativo cujo desempenho tende a superar o seu benchmark.

De certa forma, não deixa de ser uma recomendação de compra. No entanto, o investidor deve entender a diferença para uma recomendação absoluta na medida em que desempenhar acima de um índice não significa gerar lucro.

Em um momento ruim da economia, o benchmark pode performar mal. Usando o exemplo do Ibovespa, é normal que ele esteja em queda em momentos de crise. Assim, se um ativo conseguir não se desvalorizar (ou até desvalorizar menos do que seu benchmark), já podemos considerar um desempenho positivo dado o cenário macroeconômico ao qual ele está exposto.

Além da recomendação positiva (Overweight) em relação ao benchmark, um ativo pode também ter recomendação negativa (Underweight), indicando uma tendência de performance abaixo do seu índice de referência.

Vale ressaltar que recomendações desses relatórios abertos são feitas de maneiras genéricas e que todo investidor deve ser responsável pela sua tomada de decisão, avaliando também suas estratégias e objetivos.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados