Última modificação em 11 de julho de 2019

O que é OPA (Oferta Pública de Aquisição)?

Quando as empresas desejam entrar na bolsa de valores, é necessário que elas realizem a oferta pública inicial de ações, conhecida como IPO. De maneira oposta, quando a empresa deseja sair do mercado de capitais, é preciso realizar a OPA (Oferta Pública de Aquisição).

Em resumo, a oferta pública de aquisição é a parada das negociações de ações da empresa dentro da bolsa de valores. Em outras palavras, é o fechamento de capital.

Quando esse processo acontece, o acionista majoritário, que controla a organização deve fazer uma oferta aos outros acionistas e garantir a compra do restante das ações da empresa.

O preço considerado justo é determinado por um laudo feito por uma empresa externa, que é encarregada de fazer essa análise. Pelo menos essa é a atual norma da CVM.

Os fatores incluídos nessa análise devem seguir três premissas:

  1. fluxos de caixa futuros;

  2. preço médio da ação nos últimos 12 meses;

  3. patrimônio líquido por ação.

Como Investir nos Melhores Fundos

Como funciona a OPA?

A partir do momento em que o processo de OPA é iniciado, é fundamental que a empresa em questão faça uma publicação por meio de um fato relevante, atualizando assim, os seus acionistas.

O passo seguinte é o pedido de fechamento de capital, que deve ser feito na CVM com limite de até 30 dias. O órgão então irá decidir se o pedido será ou não aceito.

Em caso de aceite, dá se início o processo de análise externa que apontará o valor sugerido para cada ação. Se os acionistas aceitaram o valor sugerido, o valor é depositado na conta de cada um deles.

Caso 10% ou mais dos acionistas discordarem da proposta, é necessário a realização de uma assembleia para discutir a precificação do ativo.

Por que realizar uma OPA (Oferta Pública de Aquisição)?

Existem 3 motivos que podem ser considerados quando uma empresa decide realizar o processo de fechamento de capital:

  1. Ações muito baratas: o controlador da empresa pode achar que os valores das ações no mercado estão muito baratas quando comparadas com o seu valor justo;

  2. Horizonte favorável: esse motivo é semelhante ao anterior, mas tem como base a premissa de um cenário lucrativo no futuro, onde as ações serão negociadas abaixo do que pode ser considerado um valor ideal;

  3. Pouca necessidade de captação: existem casos de empresas que fecham seu capital pelo simples fato de que não precisam mais de recursos externos para manter suas atividades.

Desvantagens de realizar o processo de OPA

Existem algumas desvantagens no processo de OPA (Oferta Pública de Aquisição) tanto para os acionistas majoritários quanto para os minoritários.

Aqui estão alguns exemplos:

A OPA e o mercado de capitais

O processo de OPA (Oferta Pública de Aquisição) impacta diretamente no mercado de capitais e pode ser considerado uma prática que, via de regra, enfraquece o ambiente financeiro.

É claro que podem existir motivos para justificar essa decisão, como precificação das ações muito baixa ou pouca necessidade de captação de recursos, mas a decisão de seguir com o processo deve ser aceita por todas as partes envolvidas, para que não seja uma operação complicada e com muitas dores de cabeça.

Termo do dia

Clube de Investimentos

Confira para que serve e como funciona um clube de investimentos.

Veja outros termos