Última modificação em 10 de novembro de 2020

O que é Mediana?

A mediana é uma espécie de recurso utilizado na contabilidade de dados estatísticos, caracterizado pelo número central em um rol. Ou seja, a mediana representa exatamente 50% das observações referidas.

Vamos ilustrar um exemplo para que você consiga compreender melhor:

Imagine uma entrevista de emprego. Ao todo são 9 candidatos escritos para o processo de recrutamento. A idade dessas pessoas são 19, 20, 18, 22, 24, 20, 21, 20 e 25 anos.

A mediana das idades citadas acima será o número que se encontra no meio de toda essa descrição. Porém, para que o resultado esteja correto, os dados precisam ser descritos em ordem crescente: 18, 19, 20, 20, 20, 21, 22, 24 e 25.

Sendo assim, a mediana será considerada como a idade 20, pois esse é o número central do rol; está exatamente no meio de todos os dados analisados!

Se os mesmos não fossem descritos em ordem crescente, diríamos que a mediana das idade é o número 24, o que seria um resultado completamente errôneo. Compreende?

Num segundo exemplo, caso houvesse uma quantidade par de candidatos para a vaga de emprego, o número central do rol não ficaria tão evidente e aí sim, precisaríamos de um cálculo mais específico para descobri-lo:

Ainda em ordem crescente, se os dados fossem apenas 18, 19, 20, 20, 20, 21, 22 e 24 anos, o correto seria identificar os dois número centrais e tirar um média sobre eles, ou seja, somá-los e dividi-los e por dois.

Portanto, a mediana de idades nesse caso de dados pares seria 40/2 = 20.

Agora que você entendeu o que é esse recurso e como identificá-lo, vamos esclarecer qual sua função e em quais casos pode ser empregado.

Pra que serve a Mediana?

Normalmente, qualquer cálculo estatístico serve para obtenção de um resultado mais resumido a partir de uma grande quantidade de amostras. Com a mediana não é diferente, essa medida é capaz de acusar uma tendência central sobre alguns estudo em questão.

Portanto, pode ser utilizada em pesquisas clínicas, pesquisas geográficas ou demográficas, sociais e assim por diante.

Perceba que essas situações tem em comum um grande número de dados, podendo ser qualquer coisa, como quantidade de pessoas, idade, profissão, gostos particulares, raças, crenças, sexo... Informações que necessitam de uma tendência central para serem analisadas com mais coerência.

Qual é a diferença entre Mediana e Média?

Por falarmos em tendência central, você deve estar se perguntando "encontrar os 50% das observações referidas não é papel da média?".

Embora seja muito sutil, ainda assim existe uma diferença entre ambos os recursos! Enquanto a mediana se preocupa apenas com a quantidade de dados fornecidos, a média é um tipo de análise que também se importa com os valores numéricos em si.

Voltemos ao exemplo anterior:

Perceba que, para encontrar a mediana, nossa única preocupação foi identificar a quantidade geral de dados apresentados, se eram em número par ou ímpar - 9 ou 8 idades descritas.

Se fossemos tirar a média dessas idades, aí sim os valores numéricos importariam. O cálculo seria feito a partir da soma de todas elas e posterior divisão pela quantidade geral de dados apresentados.

Portanto, a média das idades seria o resultado da soma entre 18, 19, 20, 20, 20, 21, 22, 24 e 25, dividido por 9, dando o resultado de 21 anos. 

Qual é a influência da Mediana no mercado financeiro?

No universos das finanças existe o que chamamos de estatística econômica. Dentro desse campo de estudo, utiliza-se a mediana como um recurso analítico sobre investimentos, possíveis tendências de preços e assim por diante.

Até mesmo dados apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), como porcentagens de IPCA e INPC, refletem na economia do país de maneira direta. Para o cálculo de tais dados a mediana pode ter sido utilizada, por exemplo. 

Termo do dia

Custo de Capital

O que é Custo de Capital? Custo de Capital é um termo que pode ser usado em diferentes contextos, com sentidos ligeiramente diferentes. Porém, o sentido…