Open Nav Logo Mais Retorno

Investment Banking

O que é Investment Banking?

Como qualquer tipo de empresa, os bancos se organizam e estruturam para oferecer um serviço personalizado e adequado para cada tipo de cliente. Uma dessas áreas é justamente o Investment Banking.

Nela, são atendidos clientes de alto poder aquisitivo (geralmente corporativos) interessados a trabalhar investimentos ou financiamentos dentro do mercado de capitais. Ou seja, é uma forma dos bancos permitirem o trabalho diretamente com investimentos como ações ou títulos, por exemplo.

Por ser algo muito mais específico, o Investment Banking é uma área mais comum em bancos de investimento (também conhecidos como bancos de atacado). As agências tradicionais (bancos de varejo) não conseguem absorver essa demanda específica.


Quais são os clientes que usam o Investment Banking?

 

Como mencionamos logo no primeiro tópico, os clientes do Investment Banking costumam ser detentores de grandes quantidades de dinheiro. Por esse perfil, o foco são as grandes empresas.

Não é porque são grandes corporações que essas companhias não precisam gerar capital para seus projetos ou mesmo honrar seus compromissos. Desta maneira, elas podem recorrer aos bancos de investimento buscando a orientação da melhor forma de trabalhar com investimentos pensando no seu objetivo.

Dentro do Investment Banking, esses clientes corporativos encontrarão a orientação da melhor forma de trabalhar o capital, especialmente aquelas empresas que desejam abrir seu capital na Bolsa de Valores.

O processo de IPO (Oferta Pública Inicial, em português), portanto, é uma das suas atribuições. Vamos conferir um pouco mais sobre as atividades oferecidas dentro da área de Investment Banking.

Quais são as principais atividades dentro da área de Investment Banking?

A principal função da área de Investment Banking é ajudar clientes corporativos a financiar seus projetos e atividades. Existem diversas formas de obter capital e elas oferecem algumas opções dentro deste processo.

Na prática, pela importância desse tipo de cliente para o banco, é comum que os colaboradores da instituição atuem como intermediadoras da atividade. Ou seja, a área de Investment Banking deve intermediar as empresas, buscando recursos, com seus potenciais investidores.

Vamos, a seguir, listar alguns exemplos de atividades para atingir esse objetivo.

Equity Capital

A primeira forma dos bancos de investimentos ajudarem seus clientes na captação de recursos é por meio da emissão de ações e títulos dentro do mercado de capitais.

Quando a empresa ainda não está listada na Bolsa de Valores, ela precisa fazer sua primeira oferta ao mercado. Esse pode ser um desafio para as organizações e, neste caso, a área de Investment Banking deve ajudar no processo, especialmente a encontrar os primeiros acionistas e definir a precificação. Esse é o processo de IPO, mencionado anteriormente.

No entanto, essa não é a única atribuição dentro do Equity Capital. Existem outras formas de ajudar na captação de recursos como uma segunda oferta de ações (follow-on), subscrições, ofertas fechadas, etc.

Debt Capital

Uma segunda forma para captar recursos está na emissão de títulos de dívida. Neste caso, cabe ao banco estruturar a operação de emissão desses títulos, os quais poderão ser comprados por investidores em troca de uma remuneração de juros em prazo futuro.

No caso de empresas privadas, a principal forma de realizar esse levantamento de capital por meio da emissão de títulos de dívidas são as debêntures.

Fusões e aquisições

Embora não seja tão frequente como as duas primeiras atividades, os bancos de investimento podem precisar auxiliar seus clientes em processos de fusão e aquisição com outras companhias.

Geralmente, a área de Investment Banking atua para ambas as partes envolvidas no processo, quando necessário.

Crédito corporativo

Por fim, o próprio banco de investimentos pode oferecer crédito direto aos seus clientes. Esse é o formato tradicional de empréstimo, sendo a empresa tomadora dos recursos necessária por pagar ao banco o valor emprestado, assim como a taxa de juros cobrada.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados