Open Nav

Índice de preços

O que são índices de preços?

Índice de preços é o nome dado a um grupo específico de indicadores econômicos, que, como o seu próprio nome indica, tem como objetivo principal medir a progressão dos preços na economia. 

Como a maior causa e efeito das relações de oferta e demanda, o preço dos bens e serviços é usado como forma de medir a atividade econômica. Consequentemente, ele serve de base para o desenvolvimento de políticas estratégicas para o crescimento de setores da economia, assim como para o entendimento direto dos produtores e consumidores do mercado em toda a cadeia produtiva.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Quais são os principais índices de preços do Brasil?

No Brasil, a organização responsável por levantar os dados relativos aos principais índices de preços é o Instituto Brasileiro de Economia (o IBRE). Diretamente ligado à Fundação Getúlio Vargas, o IBRE é especializado na produção de relatórios econômicos, sendo internacionalmente reconhecido pela precisão de seus estudos e pela relevância das pesquisas conduzidas pelo seu centro acadêmico. 

Além dos índices de preço, o instituto também produz os principais índices de confiança e índices de ciclo econômico do país. Entre as suas publicações, estão a revista Conjuntura Econômica e o boletim Macro IBRE - sem falar nos seus demais livros, estudos e pesquisas de sua autoria.

No que tange aos índices de preços, o IBRE se encarrega de elaborar 6 índices gerais: o o IGP, o IPA, o IPC, o INCC e o IGMI-C. Alguns deles contam ainda com "sub-índices": indicadores que derivam do índice principal, mas são focados em um objeto de estudo limitado e específico.

Para exemplificar, vejamos o IPC. Como o Índice de Preços ao Consumidor, ele mede os preços de itens consumidos por famílias de todo o Brasil. No entanto, há ainda um relatório especial, o IPC-3i, que se destina a medir o preços dos itens consumidos por pessoas com mais de 60 anos de idade. Percebe a especificação?

A seguir, vamos detalhar um pouco mais cada um dos principais índices de preços brasileiros, incluindo o IPC. Vamos lá?!

IGP - Índice Geral de Preços

O IGP é tido como o mais abrangente dos índices de preços, porque tem como objetivo mensurar a evolução dos preços em toda a cadeia produtiva. Ele é composto a partir da média aritmética de outros 3 índices: o IPA, o IPC e o INCC.

IPA - Índice de Preços ao Produtor Amplo

O IPA mede a evolução dos preços no que tange aos produtos tidos como bens de produção e bens de capital. Assim, ele relata o cenário de transações comerciais entre as empresas, antes que esses produtos se transformem em bens de consumo e cheguem ao consumidor final.

IPC - Índice de Preços ao Consumidor

E falando em bens de consumo e consumidor final... É justamente isso que o IPC mede. O índice geral tem como objeto de estudo as famílias com renda mensal entre 1 e 33 salários mínimos, mas conta com aquelas versões específicas da qual já falamos, nas versões IPC-S, IPC-3i e IPC-C1.

INCC - Índice Nacional de Custo de Construção

Como o seu próprio nome indica, o objeto de estudo do INCC são os custos relacionados à construção de imóveis para habitação. Na conta, entra o desempenho dos preços ligados aos bens materiais (como a matéria-prima) e também aos bens imateriais (como a mão-de-obra).

IGMI-C – Índice Geral do Mercado Imobiliário Comercial

O IGMC tem como foco a rentabilidade do mercado brasileiro de imóveis comerciais, estando seu cálculo nitidamente ligado ao retorno de capital e de renda do segmento.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados