Última modificação em 18 de junho de 2020

O que é Índice de Negociabilidade?

O Índice de Negociabilidade (IN) é uma medida que visa entender o volume de negócios que um determinado ativo possui no mercado de capitais. Ele é muito empregado para entender o comportamento do mercado sobre determinadas ações da Bolsa de Valores.

O objetivo é entender quais são aquelas ações mais buscadas pelos investidores, apresentando assim um alto Índice de Negociabilidade. Ativos com baixo IN representam também uma procura reduzida.

Como calcular o Índice de Negociabilidade?

Para encontrar o volume de negociação de um ativo, deve-se considerar uma série de fatores. A fórmula pode assustar um pouco, conforme destacamos abaixo:

Onde:

Embora o cálculo não seja nada simples visualmente, a compreensão é relativamente óbvia. O objetivo é compreender qual a relevância do ativo dentro da Bolsa de Valores do Brasil (B3) levando em consideração tanto a quantidade de negociações, como também o volume financeiro destas negociações.

Caso você queira mais informações sobre o cálculo do Índice de Negociabilidade, pode acessar este documento oficial da própria B3.

O Ibovespa e o Índice de Negociabilidade

Você provavelmente já ouviu falar sobre o Ibovespa, um índice responsável por replicar uma carteira fictícia com as principais ações brasileiras. Ele, afinal, é constantemente usado em notícias e informativos sobre o comportamento do mercado financeiro.

Essa carteira fictícia segue algumas exigências, não sendo composta de maneira aleatória. Uma dessas exigências é que o ativo tenha presença em ao menos 95% dos pregões ao longo de doze meses.

Outro ponto importante sobre o Ibovespa é que ele leva em consideração o Índice de Negociabilidade para a montagem do seu portfólio, podendo ajustar-se ao longo do tempo. Neste caso, ao contrário de outros índices do mercado de capitais, o Ibovespa leva em consideração esse volume de negociação para definir o peso de cada papel.

Isso significa que quanto maior o IN de uma ação, maior também será a sua representatividade dentro do nosso índice. Por fim, vale destacar que uma ação precisa corresponder a pelo menos 0,1% do volume financeiro da Bolsa de Valores para ser válida para o Ibovespa.

Qual a importância do Índice de Negociabilidade para o investidor?

Apesar de ser um indicador especialmente importante na composição dos nossos principais índices acionários, o Índice de Negociabilidade também pode ser uma ferramenta muito útil para o pequeno investidor.

Isso porque, conforme vimos, o IN mostra a relevância (em quantidade e volume financeiro) de um ativo dentro do mercado de capitais. Em outras palavras, ele representa com grande fidelidade a liquidez de cada papel.

Sendo assim, ações com alto valor do Índice de Negociabilidade são muito líquidas, isto é, possuem grande volume no mercado. Da mesma forma, um baixo IN representa menor liquidez e, consequentemente, menos interessados no papel.

Ou seja, se você investe na Bolsa de Valores para o curto ou médio prazo, não pode ignorar esse fator em uma tomada de decisão. Isso porque, acima de qualquer análise técnica, a liquidez permite a certeza de que você poderá se desfazer do papel quando julgar necessário.

Outra consequência natural do Índice de Negociabilidade é o porte das empresas. Naturalmente, companhias sólidas e tradicionais costumam atrair maior volume de investidores, ao contrário das famosas small caps que, apesar do amplo potencial de valorização, raramente apresentam liquidez superior aos grandes negócios — o que não quer dizer que seja ruim investir nelas.

Termo do dia

Bursátil

O que é bursátil? O termo bursátil é empregado como referência para tudo que tem relação com a Bolsa de Valores e o mercado de capitais. A origem…