Última modificação em 16 de dezembro de 2019

O que é Independência Financeira?

A independência financeira é vendida como o sonho de nunca mais precisar trabalhar por dinheiro e de ter uma fonte de renda garantida para todos os meses. Mais do que a forma de viver ou de onde virá a receita, a independência financeira está associada a ter uma quantia mensal confortável para arcar com as despesas ao longo de muitos anos.

Para que você saiba o que é independência financeira, ela pode ter representações diferentes para cada pessoa, como:

O conceito de independência financeira pode mudar para uma mesma pessoa também. Se hoje ela se sente livre ao quitar as dívidas, amanhã poderá ter interesse em investir e aumentar o próprio patrimônio.

Dessa forma, a ideia está diretamente associada à gestão das finanças pessoais e de um negócio próprio.

Aproveite para acompanhar este vídeo completo sobre como alcançar sua independência financeira investindo em apenas três fundos:


Para que serve a independência financeira?

A primeira finalidade é de eliminar as condições que fazem alguém se sentir limitado financeiramente, como o acúmulo de dívidas, restrições de consumo e de atividades de lazer.

Ter independência financeira traz possibilidades de:

É por isso que, para algumas pessoas, a independência financeira não significa ter uma aposentadoria precoce. Na verdade, ela está associada a fazer algo que traga mais sentido e tenha propósito.

Com isso, o objetivo é conseguir equilibrar o volume de atividades pessoais e profissionais para poder viver com mais qualidade.

Como conquistar independência financeira?

Há quem sonhe em ganhar na loteria, abrir uma startup escalável ou ganhar muito dinheiro fazendo os melhores investimentos na bolsa de valores. Mas, com exceção da loteria, adquirir a independência financeira requer planejamento, disciplina e dedicação.

Para isso, é necessário responder a algumas perguntas:

Mais importante do que as perguntas acima é saber qual é sua realidade em relação ao dinheiro. A partir daí, poderá definir os próximos passos rumo à independência financeira.

  1. Organização: listar quais são as contas atualmente em atraso. Relacione os credores e total que deve, incluindo juros e encargos. Tente negociar as dívidas ou pode optar por quitá-las fazendo um empréstimo pessoal ou consignado, com juros mais baixos. Assim, concentrará as despesas com um único credor, evitando a perda de controle.
  2. Padrão de receitas e gastos: observe suas despesas ao longo de um ano e qual é o volume médio de entrada e saída de receita. Verifique quais despesas podem ser reduzidas ou até eliminadas do orçamento.
  3. Faça um planejamento financeiro: priorize as despesas conforme sua realidade financeira e limite gastos desnecessários. Defina quanto poderá juntar por mês, seja para pagar dívidas como fazer uma reserva de emergência.
  4. Planeje sua independência: ao mesmo tempo em que controla suas finanças, precisa se preparar para essa independência financeira, como cursos ou fazer investimentos mais arrojados.
  5. Poupe: Defina um valor para guardar mensalmente e que possa começar a investir no mercado financeiro para ter mais retorno.
  6. Agir: É o momento prático, que exige disciplina e dedicação: usar o dinheiro com mais consciência, poupar, estudar e investir.
Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Evasão Fiscal

O que é evasão fiscal? A evasão fiscal ou “sonegação fiscal”, como é mais popularmente conhecida, é o ato de fraudar, adulterar, omitir ou alterar o valor…

Veja outros termos