Open Nav Logo Mais Retorno

Fundo Cambial

O que é um fundo cambial?

Um fundo cambial é um fundo de investimentos cujas operações são baseadas em moedas estrangeiras. São exemplos disso o dólar e o euro. A rentabilidade dessas aplicações dependerão diretamente da variação cambial.

Como em todo fundo, o objetivo é reunir diversos investidores que, de acordo com a quantidade de dinheiro empregada, possuem uma determinada participação nos lucros. Essa participação é definida por meio de cotas.

Também como é comum em fundos de investimentos, o fundo cambial tem um gestor responsável pelas tomadas de decisão com o patrimônio acumulado.

Saiba um pouco mais sobre esse tema clicando aqui:


Como funciona um fundo cambial?

Os investimentos de um fundo cambial são, como agora você já sabe, em moedas estrangeiras. Esse é um formato que tem por objetivo gerenciar o risco, criando uma carteira equilibrada em relação aos valores do câmbio e que acompanhem as variações de mercado.

Importante mencionar que o modelo não é de compra e venda da moeda selecionada, mas sim por meio de investimentos em títulos associados à ela.

Para ser enquadrado como fundo cambial, um fundo precisa ter ao menos 80% do seu patrimônio em moedas estrangeiras. O restante pode estar em renda fixa, desde que não ultrapasse a proporção estabelecida.

Geralmente, esse formato de fundo é associado às moedas mais fortes tais como o dólar ou o euro. No entanto, essa não é uma regra.

Desta forma, o capital acaba protegido de variações quando a moeda não é a mesma referencial. É o caso do Brasil, onde a moeda é o real e está sempre exposta ao câmbio do dólar.

Em resumo, pode-se dizer que as aplicações em fundo cambial dependem do comportamento da moeda investida para gerar lucro. Se o uso for do dólar, o investidor ganha com o aumento da cotação e, por outro lado, perde quando ela desvaloriza.

O principal objetivo do fundo, no entanto, é a proteção do capital quando comparado ao mercado internacional. Assim, se o dinheiro está investido em dólar, por exemplo, o impacto da variação da moeda é reduzido e acompanha o mercado financeiro.

Quem investe em um fundo cambial?

Geralmente, o público que se interessa por fundo cambial é aquele que tem a necessidade de proteger o seu capital contra as variações de câmbio. Isso é comum para quem investe no mercado estrangeiro ou pretende fazer uma viagem para o exterior.

Desta forma, ao usar desse modelo de fundo, a pessoa consegue prevenir o seu capital contra essas oscilações. Além disso, também é bastante usado como diversificação de portfólio, reduzindo o risco da sua carteira.

Ou seja, o fundo cambial tem um propósito muito mais de precaução do que propriamente um objetivo de ganhar dinheiro no curto prazo, embora isso seja possível.

Quais são as vantagens e o riscos do fundo cambial?

A grande vantagem de um fundo cambial é, como já se pode imaginar, a proteção do capital contra variações de moedas estrangeiras. Esse é, afinal, o grande objetivo.

Além disso, podemos mencionar ainda o fato de que um fundo permite que o investimento seja feito pelo gestor, deixando o investidor livre de acompanhar o mercado, e ainda a chance de ganhar dinheiro caso o real desvalorize em relação ao dólar (já que o dinheiro está associado à moeda estrangeira).

Por outro lado, os riscos também são elevados já que o comportamento do câmbio não é tão fácil de prever. Assim, altos ganhos e altas perdas podem aparecer. Como o dinheiro está associado a uma moeda, ele sofre impacto direto das suas variações.

Ainda sobre riscos, é preciso lembrar que o investimento em um fundo cambial traz custos. Os principais são as taxas de administração e o Imposto de Renda, que segue tabela regressiva.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados