Open Nav Logo Mais Retorno

Finanças Pessoais

O que são Finanças Pessoais?

Finanças Pessoais é o nome dado a uma modalidade específica de gestão financeira, que tem como objetivo central aplicar as teorias e práticas financeiras às finanças de uma única pessoa ou a um único núcleo familiar. Em outras palavras, é a área que nos permite entender como as pessoas utilizam o dinheiro e se organizam em relação a ele.

Sabe aquele lanche que a(o) sua(eu) namorada(o) comprou na semana passada? Ou o dinheiro que o seu tio pediu emprestado no banco no último ano? Sem falar naquela parcela da sua renda destinada aos investimentos que, daqui a alguns meses ou anos, serão utilizados para "patrocinar" certos sonhos que você tem. Tudo isso está englobado pelas finanças pessoais. 

Existem, inclusive, cientistas realizando pesquisas sérias e complexas nesse exato momento apenas para comprar o porquê de gastarmos da forma como gastamos, assim como ganhamos dinheiro e investimos. Mesmo aqueles que não investem (e seus motivos  para tal) estão sendo estudados.

No dia a dia, tendemos a acreditar que nossas decisões não tem um grande impacto. Contudo, aquela saída com amigos que estourou o limite que você estabeleceu para gastos com lazer pode se transformar em um descontrole também em outras áreas do seu orçamento (a famosa desculpa de "só se vive uma vez"). 

Esse mesmo descontrole pode se transformar em desespero quando a fatura do cartão de crédito chegar ou quando uma emergência se desenrolar (como um acidente, por exemplo), exigindo mais dinheiro do que o que você ganha. 

O desespero leva as pessoas a se endividarem com os bancos, pagando juros cada vez maiores conforme o risco de inadimplência também cresce. Endividado, é bem menos provável que você continue consumindo exorbitantemente, o que pode reverter os padrões de consumo e desacelerar a economia. 

Como se não bastasse, o governo pode ainda interferir nessa conjectura, através das políticas econômicas, e facilitar o acesso ao crédito, o que também tem efeitos positivos ou negativos sobre a economia de modo geral.

Ufa, quantas consequências! E em um país em que quase 2/3 das pessoas estão endividadas e 1/3, inadimplente, é fácil entender como as finanças pessoais se relacionam com o contexto nacional. Não há uma separação clara: todos os agentes econômicos estão interagindo a todo momento para desenhar a economia atual e você faz parte deles.


Quais são as áreas de foco das Finanças Pessoais?

O que chamamos de áreas de foco nada mais são do que os elementos da vida financeira de uma pessoa ou família englobados nas finanças pessoais.

Em geral, o estudo das finanças pessoais é dividido em duas categorias: as finanças comportamentais e as finanças técnicas.

As finanças comportamentais visam, sobretudo, entender como fatores mentais e emocionais interferem na forma como lidamos com o nosso dinheiro. É nessa categoria, inclusive, que se encontram todos os vieses cognitivos já catalogados - e sobre os quais tanto falamos aqui no Glossário Financeiro e de Investimentos do Mais Retorno.

Já as finanças técnicas se debruçam sobre dívidas, financiamentos e investimentos, se ligando mais aos números e conceitos do que à psicologia por trás de nossas decisões.

É o que nos permite, por exemplo, avaliar tipos de investimentos e criar estratégias de multiplicação de capital, como a criação de um controle financeiro pessoal detalhado e preciso e um aprofundamento nos conhecimentos sobre como investir de acordo com cada objetivo que possuímos (é o caso de estratégias como o goal-based investing, por exemplo).

Mas atenção: essas categorias não estão totalmente separadas. Elas apenas olham para parte diferentes do problema (e da solução, é claro), culminando em uma visão mais abrangente quando combinadas.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados