Última modificação em 13 de dezembro de 2019

O que é o Efeito de Bandwagon?

Efeito de Bandwagon é o nome dado a um tipo específico de viés cognitivo. Chamado em Inglês de Bandwagon Effect (como é internacionalmente conhecido), o Efeito de Bandwagon narra a tendência mental que nós possuímos, como seres humanos, de nos ancorarmos na decisão tomada pela maioria das pessoas ao fazer as nossas próprias escolhas. 

Para ilustrar, imagine que você visita uma cidade nova e, ao andar um pouco, se depara com dois restaurantes. Sitiados um de frente ao outro, você nota que um deles se encontra cheio e movimentado - na verdade, todas as mesas parecem ocupadas. O outro, por sua vez, não tem ninguém - você pode até jurar que os garçons estão dormindo de pé e com os olhos abertos. 

Em qual dos dois você entra? Provavelmente, no primeiro. "Afinal de contas", você pensa, "se tem tanta gente ali é porque a comida deve ser a melhor da cidade mesmo".

Faz todo sentido do mundo, certo? Nem sempre. 

Às vezes, todos os habitantes dali são apaixonados por amendoim e aquele restaurante serve amendoim de todas as formas que se pode imaginar - até sorvete de amendoim tem. Se não tiver amendoim, esquece: não é uma refeição para eles.

Às vezes, aquele restaurante que você renegou não tem ninguém porque ele serve apenas pizzas de queijo. Todos os tipos de queijo rendem um sabor de pizza por ali. Como amendoim não é queijo, não tem pizza de amendoim e nenhum morador daquela cidade vai lá.

Agora, já imaginou se você é alérgico a amendoim e ama queijos. Você perdeu a chance de fazer uma baita refeição, ao invés de só olhar os seus amigos comendo amendoim até explodir. 

Esse é apenas um exemplo de como o Efeito de Bandwagon afeta a sua vida. Existe uma explicação para isso - e, pior, existe uma infinidade de aplicações dele no seu dia a dia, que afetam coisas muito mais importantes do que o seu jantar do dia.

Por que o Efeito de Bandwagon é considerado um viés cognitivo?

Como dissemos, escolher o que a maioria escolhe parece ser o mais sensato a se fazer. Não queremos nos sentir diferentes, nem errar quando a maioria acerta. Como animais sociais, sermos rejeitados pelo "bando" é uma das piores coisas que pode nos acontecer (alô, viés de desejabilidade social).

Assim, usamos argumentos pseudo-racionais para explicar nossas decisões. Não é que você foi influenciado a ir àquele restaurante apenas pelo público lá presente: a comida nos pratos das pessoas parecia apetitosa (antes de você notar o ingrediente comum a todos eles). 

Temos aversão a admitir que nossas escolhas foram emocionais; nesse caso, influenciadas pelos outros. Então, inventamos mentiras que parecem verdade apenas para nos confortarmos - os chamados paralogismos. Além disso, usamos os paralogismos para justificar a racionalidade do que tomamos como base (o tal "ah, mas se tem tanta gente lá, deve ser bom mesmo").

Quer saber mais sobre o Efeito de Bandwagon? 

Aqui no Mais Retorno, nós já temos um artigo completo sobre o Efeito Adesão.

O que acontece é que o Efeito de Bandwagon, embora narre o mesmo fenômeno psicológico, é igualmente difundido. Ou seja, cada um dos nomes é mais usado em um contexto (formal ou informal, acadêmico ou cotidiano). 

Para saber mais sobre o Efeito de Bandwagon, recomendamos fortemente que você acesse esse artigo. Lá, damos mais detalhes sobre o seu funcionamento, diversos exemplos práticos (como você já sabe, onde você come é apenas a pontinha do iceberg) e nos aprofundamos na forma como ele interfere na sua vida financeira. Confira!

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Ágio

O que é o ágio? Ágio é um termo utilizado no mercado financeiro para designar a diferença entre o valor de mercado de um produto e…

Veja outros termos