Open Nav Logo Mais Retorno

Duration

O que é a duration?

A duration é um indicador de risco utilizado em títulos de renda fixa de modo a mensurar a sensibilidade dos mesmos à variação da taxa de juros durante o período de aplicação.

A sua importância está justamente na capacidade de auxiliar investidores a ajustar as suas expectativas de retorno às taxas praticadas pelo mercado.

Desse modo, é possível alterar a duration média da sua carteira para se adequar à sua tolerância pessoal de arriscamento.

Ainda que, por definição, a duration esteja acessível a todos os investimentos de renda fixa, na prática o processo de cálculo está focado de forma principal nos títulos que oferecem o pagamentos de juros periódicos.

O uso da duration pode ser acompanhado especialmente no dia a dia dos gestores de fundos de investimentos, que “calibram" o portfólio de modo a alcançar uma duration média alinhada com seus critérios e que lhe reverta o máximo de lucro possível.


Como a duration funciona?

Antes de aprender a base de cálculo da duration, é essencial que se tenha em mente os dois requisitos principais para aplicação da medida.

A duration só deve ser calculada para títulos:

  1. De renda fixa;
  2. Com pagamento de juros periódicos.

Isso significa que os demais títulos de renda fixa não têm duration? Não. Mas os seus resultados já são previamente conhecidos, embutidos no próprio conceito, de modo que não é necessário calculá-los.

Veja: os títulos prefixados sem pagamento de cupons possuem duration sempre igual ao período de maturação, enquanto a duration dos títulos pós-fixados é zero.

Como calcular a duration?

Para o cálculo da duration, é necessária a utilização da seguinte fórmula:

Onde: D é o resultado da duration, t é o prazo de cada fluxo de caixa do título, FC é os fluxos de caixa do título, y é a taxa pré-fixada e n é o número de fluxos de caixa.

Se você sentiu uma leve dor acima dos olhos ao ler essa fórmula e se sentiu substituindo a Nazaré Tedesco dentro do seu próprio meme, saiba que nós te entendemos.

A própria B3, inclusive, disponibiliza uma calculadora digital para que você possa realizar o cálculo de forma mais fácil.

Se você sentir a necessidade de conhecer a natureza matemática desse cálculo, saiba que temos um excelente artigo focado em te explicar de forma detalhada como tantos números e símbolos resultam em algo compreensível. Acesse clicando aqui.

Como a duration é interpretada?

Por ora, o que você precisa mesmo entender é: quanto maior for o resultado, maior é a tendência do valor do título de cair diante de uma alta de juros. Assim como, conforme o resultado diminui, essa tendência também retrocede.

Por esse motivo, a duration é considerada uma medida de risco: se você tem uma aversão maior a perdas, é natural que busque por ativos com duration menor, certo?

E se a duration é um indicador baseado na sensibilidade dos títulos à oscilação dos juros, é fácil entender que os títulos com prazos mais longos possuem também uma duration maior, certo?

Isso acontece porque, assim como ao jogar mais vezes na loteria ou ficar mais tempo embaixo de uma árvore durante uma tempestade, as chances de um evento ocorrer (ganhar o prêmio, ser atingido por um raio ou, aqui, haver uma queda no valor do título) crescem conforme a exposição.

Dessa forma, não se é possível galgar maiores rendimentos com a aplicação e na necessidade de venda antecipada (que segue a marcação a mercado, uma atualização diária dos preços dos títulos) se está mais propenso ao prejuízo.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados