Open Nav

Depósito a prazo

O que é um depósito a prazo?

Você sabia que os bancos trabalham o recebimento do seu capital de diferentes maneiras? Uma delas é conhecida por depósito a prazo, uma modalidade que, como o nome já sugere, tem uma data para liberação dos recursos aplicados pelos clientes.

Essa é uma prática comum em diferentes instituições financeiras, em especial para bancos comerciais, bancos múltiplos, cooperativas e até mesmo na Caixa Econômica Federal.

Apesar do nome técnico, é provável que você mesmo já tenha feito algum depósito a prazo na sua conta, algo que vamos esclarecer a partir de agora.

Como Investir nos Melhores Fundos

Como funciona o depósito a prazo?

A principal característica de um depósito a prazo é o seu tempo de duração. Em resumo, quando um cliente faz a transferência de capital para um banco, ele solicita um armazenamento e a guarda dos seus recursos.

Ao realizar um depósito a prazo, a instituição financeira escolhida para essa função deve fazer a guarda desses fundos aplicados, mas também oferecendo uma remuneração ao cliente em uma data futura acordada no momento do depósito.

Para isso, o banco precisa emitir uma espécie de recibo, confirmando a existência do crédito, assim como os juros aos quais o investidor dos recursos terá direito na data final.

Quais são os principais formatos dos depósitos a prazo?

Existem duras modalidade de recibos que são muito usadas no caso de um depósito a prazo. Uma delas, mais popular, é o Certificado de Depósito Bancário (CDB).

Os CDBs nada mais são do que títulos emitidos pelos bancos com as informações de um depósito a prazo. Nele, devem conter os dados do investidor, da própria instituição, a data de encerramento da operação e também a maneira pela qual o capital será remunerado — podendo ela ser prefixada ou pós-fixada.

Assim, quando a data futura chegar, o cliente do banco receberá de volta o seu depósito a prazo somado dos juros que foram acordados no momento do investimento em um CDB.

Além disso, outro formato bastante utilizado é o Recibo de Depósito Bancário (RDB). A finalidade de ambos é semelhante, mas o RDB, ao contrário do CDB, é intransferível e não pode ser negociado antes do seu vencimento.

Qual o objetivo de um depósito a prazo?

Geralmente, o depósito a prazo é utilizado por perfis mais conservadores para um horizonte de curto e médio prazo em recursos que não devem ser necessários para pagamentos em períodos mais recentes.

Ou seja, estamos falando de um tipo de investimento que pode ser utilizado para gerar aumento de patrimônio conforme os rendimentos de juros da aplicação são pagos pela instituição bancária. No entanto, esse é um capital que não deve ser importante para a sua vida prática, pois a depender do formato escolhido pode haver um atraso no recebimento em função dos riscos de crédito e liquidez.

Depósito a prazo x depósito à vista

Outra modalidade bem conhecida do público geral quando o assunto é depósito bancário são os depósitos à vista. Em resumo, pode-se dizer que essa alternativa é praticamente o oposto do depósito a prazo.

Se neste segundo caso, como vimos ao longo do texto, temos uma maneira em que você tem ganho de capital com o passar do tempo e uma data definida para receber os recursos na sua conta novamente, o depósito à vista não limita movimentações (você pode fazê-la a qualquer momento), mas também não oferece remuneração de juros.

Desta forma, os dois tipos de depósito podem ser utilizados de forma complementar, isto é, deixando o capital de curto prazo mais acessível, enquanto que aquele montante que você não precisará em aplicações mais longas pensando no aumento do seu patrimônio com o passar do tempo.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados