Open Nav

Custo de Estoque

O que é custo de estoque?

O custo de estoque se trata do cálculo que mede o investimento necessário para se manter um estoque a depender do seu volume e relaciona esses valores com o custo de oportunidade - isto é, com o valor que a empresa está perdendo por ter o capital investido em estoques ao invés de aportá-lo em outras aplicações financeiras.


Pra que serve o custo de estoque?

O custo de estoque auxilia na determinação da margem de lucro da empresa, permitindo uma melhor organização financeira.

Estoques existem para sincronizar a relação entre suprimento e demanda, permitindo ao gestor otimizar o tempo entre compra, transporte e repasse do produto até seu consumidor final. 

Possui papel incentivador sobre a economia da produção e age de maneira preventiva contra o aumento de preço. Estoques são a garantia de incontingências, além de possibilitar manter ou melhorar o nível do serviço prestado e, portanto, não podem ser menosprezados. Ainda assim, um excesso de suprimentos parados também não é benéfico, o que exige um melhor gerenciamento dessa despesa.

Como funciona o custo de estoque?

O custo de estoque funciona a partir do cálculo e soma de algumas variáveis, além do CMV (Custo de Mercadoria Vendida), como por exemplo: manutenção e armazenagem, pedido, produto, falta, serviços e riscos. 

Esses são os principais tipos de custo de estoque:

  • Custo de manutenção e armazenagem: está associado aos impostos e seguros do espaço físico (aluguel, IPTU, água, energia, maquinários, etc.), além de medidas preventivas contra fatores pontuais como perda, deterioração, dano, furto e obsolência do produto caso o espaço não seja bem projetado e entre em estado de saturação, onde perde seu fluxo linear de movimentação. Tal custo se concentra apenas nas despesas do estoque parado;
  • Custo de pedido: está associado ao processo de aquisição dos suprimentos, dividido em duas etapas. Primeiro, calculam-se as despesas com a comunicação entre empresa e cliente, possíveis cobranças por envio de produto, preparação da produção e movimentação do lote, e custo de reposição de novos itens. Posteriormente, calculam-se os custos da logística de transporte, como veículo, mão de obra, frete, pedágio, entre outros. Não existe uma referência fixa para o custo de pedido, já que esse cálculo muda de acordo com diferentes modelos de negócios e estratégias específicas de cada gestão, também sendo influenciado diretamente por cada fornecedor selecionado; 
  • Custo do produto: valor do próprio suprimento a ser obtido;
  • Custo de falta: está associado à falta do suprimento em estoque e pode ser classificado em duas diferentes formas: vendas perdidas e atrasos. O custo de vendas perdidas se da justamente pelo lucro perdido quando uma venda não é finalizada, seja pela falta do produto ou pela imagem prejudicada da empresa. Já o custo de atrasos é a consequência de gastos diretos para reposição dos itens fora do planejamento padrão. Perceba que, quanto maiores os valores de investimento em manutenção e pedido, menores serão os custos de falta;
  • Custo de serviço: está associado à mão de obra utilizada no espaço físico não só do estoque, mas de qualquer setor da empresa que tenha influencia indireta sobre o mesmo, como seguranças, estoquistas, conferentes, profissionais de tecnologia da informação, profissionais de recursos humanos, gerência, profissionais de limpeza, entre outros. Inclui-se aqui o controle de rotatividade do estoque, que é empregado para avaliar a velocidade de giro do capital. Uma vez que o estoque absorve e mantém o capital parado até que a venda seja concretizada, aumentar a rotatividade faz com que haja diminuição nos custos de manutenção e armazenagem, e consequentemente, maior lucro líquido á empresa.
  • Custo de risco: está associado exclusivamente ao risco de perda dos suprimentos – citados no também no primeiro tópico – devido vencimento de validade, sobrecarga, deterioração, extravio, possível fraude administrativa, obsolência, dano, furto, etc. É um custo irreparável. 
Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados