Open Nav

Bolha das Ponto Com

O que é Bolha das Ponto Com?

Bolha das Ponto Com, ou bolha da internet, foi um fenômeno do mercado financeiro no final dos anos 1990 e começo dos anos 2000. 

Na ocasião, houve uma rápida alta do valor das ações de tecnologia nos EUA, impulsionada pelos movimentos do bull market, que apostou de forma pesada nas empresas da internet; daí o nome “ponto com”, em referência aos domínios .com dessas empresas.

Formou-se, então, uma bolha financeira que estourou em 2000 e gerou impacto forte nos anos de 2001 e 2002. Na sequência, o mercado entrou em um período predominantemente de bear market


Como a Bolha das Ponto Com se formou?

A bolha foi formada a partir de uma combinação de elementos. Os principais foram: a presença forte de investidores especulando no mercado que não selecionavam criteriosamente quais ativos comprar; a abundância de venture capital aportando as startups; e o fracasso de muitas dessas empresas da internet em, de fato, gerar lucros.

Os chamados “venture capitalists” e os investidores da bolsa estavam receosos de não aproveitar o potencial da internet, na época uma tecnologia nova em rápida ascensão, para obter lucros. Por isso, havia muito interesse em investir em negócios ligados a essa tecnologia. 

Em 1999, por exemplo, foram realizados 457 IPOs nos EUA, a maioria de empresas de internet. Destes, 117 apresentaram um aumento de 100% no preço das ações logo no primeiro dia de negociação em bolsa. Muitos milionários se fizeram nesse momento, mas não de forma sustentável.

O problema foi que muitos investidores colocaram seus recursos em empresas startups sem avaliar se elas tinham potencial para gerar lucro ou não. Várias dessas empresas não tinham um plano de negócios sólido e, apesar dos recursos recebidos, tanto por meio de venture capital quanto de IPOs, não conseguiram sobreviver por um  longo prazo. 

Logicamente, conforme as empresas apresentavam balanços cada vez piores (por falta de caixa, já que não conseguiam vender o suficiente para ter uma fonte estável de receita), o preço das ações caía e os investidores começavam a perder dinheiro. 

A situação realmente desceu a ladeira em 11 de março de 2000, quando todos pareceram entender que uma empresa de internet avaliada em bilhões de dólares, mas sem receita, não tem futuro. Então, os investidores tentaram vender os papéis, mas já não havia interessados em comprar e, com isso, o desequilíbrio entre oferta e demanda fazia a desvalorização piorar ainda mais.

Muitas das empresas de internet desse período quebraram. Entre 10 de março de 2000 e 9 de outubro de 2002, a NASDAQ havia perdido 78% de seu valor. Foram precisos 15 anos para chegar ao mesmo valor em que estava antes da bolha estourar, o que aconteceu em 23 de abril de 2015.

Por que as empresas de internet deram errado?

No fundo, a bolha das ponto com só existiu porque muitas das empresas nas quais os investidores apostaram simplesmente não tinham um plano de negócios sólido. 

Algumas delas até ofereciam uma solução relevante ao mercado, mas não tinham estrutura para cumprir o que propunham. É o caso da Pets.com, que permitia comprar online coisas para os animais de estimação, mas a logística fraca fazia com que a entrega levasse vários dias. 

Além disso, várias dessas companhias deixaram a responsabilidade de lado no uso dos recursos financeiros e gastaram fortunas em marketing para construir suas marcas e tornarem-se grandes rapidamente; dinheiro que nunca foi recuperado com vendas.

Porém, nem todas as empresas que surgiram na época da bolha das ponto com seguiram esse caminho. Algumas não apenas sobreviveram ao estouro da bolha como, também, cresceram bastante depois disso e hoje estão entre as maiores companhias do mundo. É o caso da Amazon.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados