O que é atacarejo?

Atacarejo é um termo formado pela junção de duas palavras - atacado e varejo.

A primeira se refere aàcomercialização de grandes quantidades de um mesmo produto, como quando um consumidor compra um fardo sabonete ou de creme dental. 

Já a segunda define a venda de produtos ou serviços em pequenas quantidades, ou seja, é a venda direta ao consumidor final. Ocorre, por exemplo, quando um cliente compra um xampu ou uma única unidade de um creme condicionador. 

O atacarejo, portanto, é a junção dessas duas modalidades de comércio - oferece preços atrativos, característica do atacado, e vende diretamente para o consumidor final, sem intermediários assim como nas lojas de varejo.

Essas características tornam o atacarejo um investimento vantajoso tanto para os clientes como para os investidores ou empreendedores do setor. 


Quando surgiu o atacarejo?

As grandes redes atacadistas passaram a ter destaque no Brasil no final da década de 1970. Funcionavam em grandes galpões que atraiam comerciantes interessados em revender os produtos que lá adquiriam em pequenas lojas ou mercearias de bairro.

Os atacadistas se destacavam ao oferecer uma boa diversidade de produtos a um preço bastante atrativo, o que permitia que os pequenos comerciantes pudessem revender essa mercadoria com lucro e garantir que o seu negócio continuasse operando. 

Porém, no início de 2012 veio a crise e com ela a necessidade de reduzir gastos. Os consumidores deixaram de comprar nos mercados de bairro e passaram a adquirir os produtos diretamente dos atacados. Desde então, o setor não parou de crescer e continuou atraindo mais e mais clientes. 

Quais são as características do atacarejo?

Uma rede de atacarejo pratica um preço para clientes do varejo e outro para quem deseja comprar no atacado. Como oferece preços atrativos, esses espaços são os mais procurados pelos comerciantes que desejam abastecer o seu mercado ou mercearia. 

Como Investir nos Melhores Fundos

Já as famílias buscam essa opção quando desejam abastecer a despensa ou quando contam com um grupo familiar composto de muitas pessoas. Nesse caso, os clientes preferem produtos com maior durabilidade como os alimentos não perecíveis e itens de higiene. Alimentos com prazo de validade médio, como biscoitos e cereais, também são muito procurados. 

Vale destacar que embora esses estabelecimentos ofereçam produtos com preços baixos para atrair o interesse dos clientes, seu volume de vendas diário é sempre elevado, o que a faz com que o atacarejo lucre bastante no ticket médio

Vale a pena investir em um atacarejo?

Com o aumento da demanda, vários investidores passaram a investir no atacarejo. Segundo uma pesquisa recente, o setor cresceu 18,5% em 2017 e 12,13% em 2018. No mesmo período, o varejo apresentou uma retração de 3,5% e 2,8%.

Ainda segundo a pesquisa, em 2016, 46,4% dos brasileiros preferiam fazer suas compras em um atacarejo do que em um supermercado. Hoje, esse número é de 60%, o que significa que esse é o formato mais procurado por quem deseja abastecer a despensa.

Os atacarejos compõem os fundos de investimento imobiliário que permitem que os investidores adquiram imóveis de categorias variadas, como shoppings, imóveis residências, escolas e hospitais. 

Nesse caso, os cotistas investem no fundo, que assim adquire imóveis. Esses empreendimentos gerarão renda por meio de locações pagas mensalmente pelos inquilinos. Os ganhos são repassados aos cotistas de forma proporcional ao capital investido. 

Vale a pena observar que os fundos de investimento imobiliário, geralmente, atuam em um segmento específico. Um fundo de shopping, por exemplo, terá apenas empreendimentos desse segmento no seu portfólio.

Caso você tenha interesse em investir em atacarejos, o ideal é buscar por FIIs híbridos, que contam com um portfólio mais diversificado.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Persio Arida

Conheça quem é o economista Persio Arida e seu papel na idealização e implementação do Plano Real.

Veja outros termos