Open Nav Logo Mais Retorno

Algoritmo

O que é Algoritmo?

Algoritmo é um conjunto de informações que servem de orientação para a realização de uma tarefa ou solução de um problema. Aparelhos computadorizados armazenam e digerem essas informações, dando sequência às atividades de uma forma muito mais rápida do que um ser humano é capaz.

É por isso que computadores e outros dispositivos inteligentes facilitam a vida por processarem e organizarem dados de forma automatizada. O algoritmo está mais presente no nosso dia a dia do que se imagina, pois serve de análise para se compreender o comportamento humano e indicar tendências de negócios.

O algoritmo no mercado financeiro é utilizado para definir precificação de empréstimos ou negociação de ativos, por exemplo.


Como o algoritmo foi criado?

 

Na área de Ciências da Computação, são criadas fórmulas e processos para resolver uma tarefa. O programa é executado diversas vezes para conferir a precisão dessas orientações e potencial de soluções.

O algoritmo é definido a partir do conjunto de resultados obtidos depois que os parâmetros passam pelas instruções de um programa.

Como o algoritmo funciona?

O algoritmo funciona como uma receita ou um manual de instruções. Com uma lista de “ingredientes” ou “peças”, há uma sequência de operações e etapas que vão levar a determinado resultado esperado.

Um algoritmo pode ser mais complexo conforme as variáveis possíveis são inseridas para conseguir atingir o objetivo. Se um computador trava, se uma receita “desanda”, é porque o programa recebeu informações que não estavam previstas para serem processadas. Seria um cenário diferente que não foi considerado e interfere no resultado.

Além das variáveis, um algoritmo precisa de comandos de repetição, para saber o que fazer em cada situação.

Finalidades

O algoritmo é usado para diferentes finalidades. A exemplo do que ocorre nas redes sociais, ele faz a mediação entre os assuntos que você poderá gostar mais de ver. Ele se baseia no que apresentar com base na sua interação com cada conteúdo, envolvendo um conjunto de variáveis (e ordem de prioridade delas), como engajamento, temporalidade, tempo de visualização de um vídeo, etc.

Os algoritmos do motor de busca do Google também são outro exemplo. Eles consideram um conjunto de informações nas páginas na internet para escolher quais devem aparecer nos primeiros lugares na lista de resultados de uma pesquisa. O algoritmo do motor de busca considera as palavras pesquisadas, a audiência do site, conteúdo, navegabilidade, velocidade de apresentação da página, entre outros critérios.

Em 2014, o algoritmo Vital, foi considerado praticamente um membro da Deep Knowledge Ventures, empresa de capital de risco em Hong Kong. Ele tem direito a voto no conselho e orienta investimentos a partir da análise de dados que é capaz de fazer.

Trading por algoritmo, algo trading ou negociação algorítmica

O trading por algoritmos, ou “algo trading”, é a série de instruções para uma negociação no mercado financeiro. É possível definir o valor, o momento e a quantidade de ações a serem negociadas a partir de parâmetros que vão determinar quando a operação deve ser feita, conforme os critérios estabelecidos pelo trader.

Alguns tipos de algoritmos para traders são:

  • Algoritmo de reversão à média: analisa os preços no curto prazo sobre a média dos preços no longo prazo. Se uma ação sobe além da média, o trader pode vendê-la para obter lucro rápido.
  • Algoritmo de sazonalidade: refere-se à operação de compra ou venda de ativos conforme a oscilação dos preços no mercado em cada época do ano.
  • Algoritmo de análise de sentimento: ele se baseia nas notícias divulgadas sobre o preço de ações que podem levar a um volume maior de negociações em determinado período.

A empresa de investimentos Quantopian trabalha com crowdsourcing para identificar algoritmos mais lucrativos. Há mais de 300 mil programadores no mundo que participam da comunidade para criar algoritmos que se encaixam nas estratégias da empresa. A plataforma oferece dados, conteúdo para estudos e paga licença e comissão pela performance dos algoritmos que se destacam.

O uso dos algoritmos no mercado financeiro e a capacidade de fazer milhares de operações em poucos segundos levou à chamada “negociação de alta frequência”, o High Frequency Trading (HFT). Nele, a negociação de ativos é automática visando um período muito curto de tempo, em que o ganho é obtido sobre a pequena variação dos dos preços.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados