videos

Vale a pena investir em ETFs? Conheça as VANTAGENS e DESVANTAGENS desses fundos!

Vale a pena investir em ETFs? Conheça as VANTAGENS e DESVANTAGENS desses fundos! Você sabe o que são ETFs? Entenda as vantagens e desvantagens de trabalhar…

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:07/05/2020 às 12:59 - Atualizado 4 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Você sabe o que são ETFs?

Entenda as vantagens e desvantagens de trabalhar com este fundo!

No vídeo de hoje, Arthur Lula economista aqui no Mais Retorno explica tudo sobre este tema, vem conferir!

ETF: Exchange- Traded Fund, são fundos que replicam alguns índices.

Ex: ETF que replica o Ibovespa (BOVA11); ETF que replica o S&P (SPXI11) e assim por diante.
Sendo assim, não é preciso investir em uma ação e você, como investidor, acompanhar este índice, aqui pelo contrário, você investe em um fundo que já faz isso para você!

Estes fundos são usados nos EUA desde a década de 90 e aqui no Brasil se tornou mais comum a partir de 2004.

Como qualquer outro investimento em renda variável as ETFs também possuem vantagens e desvantagens.

Vantagens:

- Praticidade: com as ETFs não é necessário que você analise tipos de índices, realizando comparações, o próprio fundo fará isso por você. Custo operacional e custo de tempo relativamente menor do que comprando ações através do home broker.
- Diversificação: na compra de um fundo que replica índice a diversificação é prioridade, ou seja, este fundo aplica em diversos fatores, cada um com sua dinâmica, além de poder investir no Brasil e também em outro país, exemplo: S&P.
- Baixo custo: as ETFs possuem essa vantagem em relação a outros fundos, a taxa de administração é menor (entre 1%)
- Transparência: são negociadas em bolsas de valores, diferente de outros fundos mais tradicionais, por isso é possível acompanhar os movimentos a todo tempo.

Desvantagens:

- Liquidez: algumas ETFs possuem menos liquidez do que outros ativos, exemplos: vinculados à small caps e dividendos.
- Tributação: ETFs possuem a mesma incidência dos fundos de investimentos, ou seja, tributação de 15% sobre o ganho de capital. A única diferença entre ETFs e a compra de ações está na isenção do tributo para vendas de até R$ 20 mil.

E você possui ETFs na sua carteira de investimentos? Conta aqui nos comentários!

Aproveite e acompanhe nosso Telegram, onde nós compartilhamos todas as notícias e novidades sobre o mercado financeiro, além de muito conteúdo exclusivo para você!

Clique aqui para acessar: https://t.me/maisretorno

Ainda com dúvidas? Nos mande um e-mail contato@maisretorno.com

Sobre o autor
Equipe Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!